I M P O R T A N T E : Acesso 'a Internet pela TELEPAC

0 views
Skip to first unread message

Henrique Joao Lopes Domingos

unread,
Mar 30, 1994, 8:45:20 AM3/30/94
to
In article <7650485...@softsousa.pt> cm...@softsousa.pt (Carlos Antunes)
writes:
> Viva!
>
> A TELEPAC esta a providenciar um tipo de acesso a Internet que pode
interessar
> a muitas familias.
>
> Para ja, o que a Telepac oferece e um shell onde se pode fazer telnet, ftp,
> ler news e mail. Esta em estudo o acesso SLIP.
>
> Para se ter acesso, e necessario possuir uma NUI (900 paus/mes) e pagar
> assinatura mensal de acesso a Internet (3750 paus/mes).
>
> Para alem disto, e necessario pagar (acesso a 9600bps)
> - 2$70 estabelecimento de chamada
> - 1$50 por min de ligacao
> - 143$50 por 64K de trafego nacional*Telepac* (o trafego IP e de borla)
> - impulsos telefonicos
>
> Por exemplo, para sacar 1MB (de qualquer ftp server no mundo) para o nosso
> computador, o custo e cerca de 2500 esc.
>

Numa primeira abordagem pareceria sedutor ... (trafego ip gratuito,
etc etc ...), mas para as condicoes descritas, e eu apenas me baseio nos dados
fornecidos atras...
... se se fizerem umas contas rapidas com estes
custos chegamos a conclusao que para uma base de 10 horas num
mes de ligacao, e um volume de trafego de 1 MByte, envolvendo
digamos uma chamada todos os dias (30 chamadas / mes), quer dizer
que um utilizador pagaria entre 7 e 9 contos a Telepac... Ou seja
e' caro ...
Ainda por cima nada de gophers, nada de lynx (www), e nada de
interfaces interessantes para as pessoas que nao estajam a vontade
com uma shell.

Existem Service providers mais baratos em Portugal, e que FUNCIONAM.
Ha gente a utilizar.

________________________________________________________________
| / / h...@fct.unl.pt |
| / _/ _/ _/_/_/ / |
| / _/ _/ _/ / Henrique Joao L. Domingos |
| / _/_/_/_/ _/ / Universidade Nova de Lisboa |
| / _/ _/ _/ _/ / FCT - Dpt Informatica |
| / _/ _/ _/_/ / 2825 Monte Caparica - PORTUGAL |
| /___________________/ Phone +351(1) 295 4464 ext.1507 |
| URL: http://host.fct.unl.pt/person/hj.html or ph.fct.unl.pt |
|______________________________________________________________|

s...@octopus.fct.unl.pt

unread,
Mar 30, 1994, 8:55:19 AM3/30/94
to
Carlos Antunes (cm...@softsousa.pt) wrote:
: Viva!

:
: A TELEPAC esta a providenciar um tipo de acesso a Internet que pode interessar
: a muitas familias.
:
: Para ja, o que a Telepac oferece e um shell onde se pode fazer telnet, ftp,
: ler news e mail. Esta em estudo o acesso SLIP.
:
: Para se ter acesso, e necessario possuir uma NUI (900 paus/mes) e pagar
: assinatura mensal de acesso a Internet (3750 paus/mes).
:
: Para alem disto, e necessario pagar (acesso a 9600bps)
: - 2$70 estabelecimento de chamada
: - 1$50 por min de ligacao
: - 143$50 por 64K de trafego nacional*Telepac* (o trafego IP e de borla)
: - impulsos telefonicos
^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

E preciso ter em atencao que esta ligacao a 9600bps esta apenas
disponivel em Lisboa e Porto, logo quando se pagam os impulsos
telefonicos, paga-se a ligacao para Lisboa ou Porto.

Ou seja, e bom para quem se liga de Lisboa ou Porto, ja que paga
apenas ligacoes locais (a partir das 20h, penso que se paga apenas
um impulso por cada 12m), mas e mau para quem se liga de fora das
referidas cidades.

:
: Por exemplo, para sacar 1MB (de qualquer ftp server no mundo) para o nosso

: computador, o custo e cerca de 2500 esc.

:
: Regards,
: Carlos Antunes.
:
: --
: * ------ >> Nature has no purposes or goals << ------ *
:
: cm...@softsousa.pt Tel: +351-1-3975303
: Carlos Antunes @ SoftSousa, Lda Fax: +351-1-3975889
:

Sergio

--
-------------------------------------------------------------------------
| Antonio Sergio Sousa | E-Mail: s...@mail.fct.unl.pt |
| Faculdade de Ciencias e Tecnologia | |
| Universidade Nova de Lisboa | |
| Monte da Caparica | |
| Portugal | |
-------------------------------------------------------------------------

Joao Costa

unread,
Mar 30, 1994, 9:45:14 AM3/30/94
to
Carlos Antunes (cm...@softsousa.pt) wrote:

: Para se ter acesso, e necessario possuir uma NUI (900 paus/mes) e pagar
: assinatura mensal de acesso a Internet (3750 paus/mes).

: Para alem disto, e necessario pagar (acesso a 9600bps)
: - 2$70 estabelecimento de chamada
: - 1$50 por min de ligacao
: - 143$50 por 64K de trafego nacional*Telepac* (o trafego IP e de borla)
: - impulsos telefonicos

: Por exemplo, para sacar 1MB (de qualquer ftp server no mundo) para o nosso

: computador, o custo e cerca de 2500 esc.

Isso se a Telepac nao desse erros... De qualquer forma a ligacao como
individual ao puug e muito mais barata!

Conhecendo a Telepac como conheco, assim que arranjarem assinantes sobem os
precos.

jco...@puug.pt / jco...@quimic.pt

Carlos Antunes

unread,
Mar 30, 1994, 12:29:16 PM3/30/94
to
Viva!

A TELEPAC esta a providenciar um tipo de acesso a Internet que pode interessar
a muitas familias.

Para ja, o que a Telepac oferece e um shell onde se pode fazer telnet, ftp,
ler news e mail. Esta em estudo o acesso SLIP.

Para se ter acesso, e necessario possuir uma NUI (900 paus/mes) e pagar

assinatura mensal de acesso a Internet (3750 paus/mes).

Para alem disto, e necessario pagar (acesso a 9600bps)
- 2$70 estabelecimento de chamada
- 1$50 por min de ligacao
- 143$50 por 64K de trafego nacional*Telepac* (o trafego IP e de borla)
- impulsos telefonicos

Por exemplo, para sacar 1MB (de qualquer ftp server no mundo) para o nosso
computador, o custo e cerca de 2500 esc.

Regards,

Carlos Antunes

unread,
Mar 30, 1994, 8:54:39 PM3/30/94
to
In article <1994Mar30....@fct.unl.pt> hj@bach writes:
>
>Numa primeira abordagem pareceria sedutor ... (trafego ip gratuito,
>etc etc ...), mas para as condicoes descritas, e eu apenas me baseio nos dados >
>fornecidos atras...

Para mim tambem nao e sedutor, mas mais importante e que ja a mais gente a
pensar em providenciar Internet.

> ... se se fizerem umas contas rapidas com estes
>custos chegamos a conclusao que para uma base de 10 horas num
>mes de ligacao, e um volume de trafego de 1 MByte, envolvendo
>digamos uma chamada todos os dias (30 chamadas / mes), quer dizer
>que um utilizador pagaria entre 7 e 9 contos a Telepac... Ou seja
>e' caro ...

E estas a ser optimista! So o trafego para ler news deve ser de 1MByte por dia,
isto se a malta for como eu, que le para aqui grupos que e um disparate. :-)

>Ainda por cima nada de gophers, nada de lynx (www), e nada de
>interfaces interessantes para as pessoas que nao estajam a vontade
>com uma shell.
>

Nao sei se a shell e *NIX ou nao...

>Existem Service providers mais baratos em Portugal, e que FUNCIONAM.
>Ha gente a utilizar.
>

Se estas a falar do PUUG, concordo parcialmente. (De que outros estas a falar,
alem do PUUG?)

O custo da shell do PUUG tambem nao e nenhuma pera doce. Sao 5c/mes com 10h
online incluidas, mas depois pagas a 30paus/min (se nao estou em erro). Ora,
para mim, 10h dariam para 10 dias, pois demoro a vontade 1h/dia a ler news.

Continuo a achar que o melhor metodo e uma ligacao UUCP para news e mail.
Simples, eficaz e barato, desde que nao envies/recebas muito correio
internacional (9paus/k).

Carlos Antunes

unread,
Mar 30, 1994, 8:57:16 PM3/30/94
to
In article <1994Mar30....@fct.unl.pt> s...@octopus.fct.unl.pt writes:
>
>: Para alem disto, e necessario pagar (acesso a 9600bps)
>: - 2$70 estabelecimento de chamada
>: - 1$50 por min de ligacao
>: - 143$50 por 64K de trafego nacional*Telepac* (o trafego IP e de borla)
>: - impulsos telefonicos
> ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
>
> E preciso ter em atencao que esta ligacao a 9600bps esta apenas
>disponivel em Lisboa e Porto, logo quando se pagam os impulsos
>telefonicos, paga-se a ligacao para Lisboa ou Porto.
>

Se estas fora de Lisboa, podes usar a ligacao a 2400bps, e neste caso, os
impulsos telefonicos *nao* existem.

Mas para mim, o que mais me pertruba sao os 143 paus/64K...

Carlos Antunes

unread,
Mar 30, 1994, 9:02:26 PM3/30/94
to
In article <1994Mar30.1...@puug.pt> jco...@puug.pt writes:
>
>Isso se a Telepac nao desse erros... De qualquer forma a ligacao como
>individual ao puug e muito mais barata!

Olha que nao sei... depende um bocado do uso que se faca dela. E que no PUUG,
para alem das 10h incluidas nos 5c mensais, comecas a pagar 30paus/min, ou
seja, 1800 paus/hora, isto quer estejas a ler news ou a puxar um file. Pelo
menos na Telepac, enquanto estas a ler, sem originar trafego, so pagas
1$50/min (90paus/hora).

No entanto, as shells nao me convencem, seja do PUUG ou da Telepac. Acabo por
preferir a actual ligacao UUCP para news e mail.

>
>Conhecendo a Telepac como conheco, assim que arranjarem assinantes sobem os
>precos.
>

Se calhar nao e assim tao simples. E que agora eles teem concorrencia! (Sera
que eles sabem o que isso e?) Assim, sobem os precos, a malta passa-se toda
para o PUUG, por exemplo, e quero ver como e que eles se ficam? eheheh...

Miguel Mira da Silva

unread,
Mar 31, 1994, 4:57:20 AM3/31/94
to
cm...@softsousa.pt (Carlos Antunes) writes:

>Continuo a achar que o melhor metodo e uma ligacao UUCP para news e mail.

Ja' agora, o que e' uma ligacao UUCP ?

Thanks, Miguel.

--
Miguel Mira da Silva
m...@dcs.glasgow.ac.uk

Artur Romao

unread,
Mar 31, 1994, 8:55:43 AM3/31/94
to
In article <7650788...@softsousa.pt> cm...@softsousa.pt (Carlos Antunes)
writes:

So' para esclarecer:

> O custo da shell do PUUG tambem nao e nenhuma pera doce. Sao 5c/mes com 10h
> online incluidas, mas depois pagas a 30paus/min (se nao estou em erro). Ora,
> para mim, 10h dariam para 10 dias, pois demoro a vontade 1h/dia a ler news.

Nao sao 30$00, sao 20$00... Quanto `as news, certo, alem de que com a Telepac
nao ha' esse problema: eles nao tem news.

> Continuo a achar que o melhor metodo e uma ligacao UUCP para news e mail.
> Simples, eficaz e barato, desde que nao envies/recebas muito correio
> internacional (9paus/k).

Sim, mas ai' nao ha' ftp, telnet, gopher, www, archie, talk,... E' uma questao
de se optar pelo que se necessita.

artur

Joao Costa

unread,
Mar 31, 1994, 10:32:10 AM3/31/94
to
Carlos Antunes (cm...@softsousa.pt) wrote:

: Olha que nao sei... depende um bocado do uso que se faca dela. E que no PUUG,

: para alem das 10h incluidas nos 5c mensais, comecas a pagar 30paus/min, ou
: seja, 1800 paus/hora, isto quer estejas a ler news ou a puxar um file. Pelo
: menos na Telepac, enquanto estas a ler, sem originar trafego, so pagas
: 1$50/min (90paus/hora).

Pois, so a ler nao se origina trafico???? Olha que sim, pelo menos 100k/hora


: Se calhar nao e assim tao simples. E que agora eles teem concorrencia! (Sera

: que eles sabem o que isso e?) Assim, sobem os precos, a malta passa-se toda
: para o PUUG, por exemplo, e quero ver como e que eles se ficam? eheheh...

Concorrencia? No ano em que aparece sobem os precos mais que nunca!!!
Para mim, (e ai estou de acordo contigo) o ideal e' a ligacao uucp para mail
e news, e (em simultaneo) uma ligacao individual para uns ftpzitos...

jco...@quimic.pt / jco...@individual.puug.pt

Carlos Antunes

unread,
Mar 31, 1994, 6:23:24 PM3/31/94
to
In article <1994Mar31....@fct.unl.pt> ar...@morgaine.fct.unl.pt writes:
>
>Nao sao 30$00, sao 20$00... Quanto `as news, certo, alem de que com a Telepac
>nao ha' esse problema: eles nao tem news.

Entao esta o problema resolvido! :-)

>
>> Continuo a achar que o melhor metodo e uma ligacao UUCP para news e mail.
>> Simples, eficaz e barato, desde que nao envies/recebas muito correio
>> internacional (9paus/k).
>
>Sim, mas ai' nao ha' ftp, telnet, gopher, www, archie, talk,... E' uma questao
>de se optar pelo que se necessita.
>

Sim, claro, mas pagar ao minuto e coisa que me chateia. Quer se origine
trafego ou nao, esta-se a pagar. Prefiro pagar antes pelo trafego. De qualquer
das formas, o trafego Telepac tambem e estupidamente caro, pelo que neste
momento, a melhor alternativa e a que o PUUG oferece de acesso SLIP, isto
para quem possa justificar os custos envolvidos.

No entanto, o mais importante, e que existe mais gente a pensar em
providenciar o acesso a Internet em Portugale toda a gente tem a ganhar com
isso.

Carlos Antunes

unread,
Mar 31, 1994, 6:32:05 PM3/31/94
to
In article <1994Mar31....@puug.pt> jco...@puug.pt writes:

>
>Carlos Antunes (cm...@softsousa.pt) wrote:
>
>Pois, so a ler nao se origina trafico???? Olha que sim, pelo menos 100k/hora
>

Estritamente falando, so a ler nao se origina trafego! :-)

>
>Concorrencia? No ano em que aparece sobem os precos mais que nunca!!!
>Para mim, (e ai estou de acordo contigo) o ideal e' a ligacao uucp para mail
>e news, e (em simultaneo) uma ligacao individual para uns ftpzitos...
>

Sim, para ja e esta a melhor solucao. So que ainda nao percebi se sera melhor
faze-lo atraves do PUUG (o FTP) ou atraves da Telepac. Tenho de fazer algumas
contas.

De qualquer das formas, para fazer FTP no PUUG, seria sempre atraves de um
script, de forma a minimizar o tempo online.

Admitindo que se consegue fazer FTP a 1KBytes/s, estar-se-ia 1024s para FTP,
ou seja, 341$00. Agora, mais o tempo de transferencia a 14.4Kbps (1600cps),
isto e, 218$00, cada Megabyte sairia a 559$00 no PUUG. Na Telepac ja fiz as
contas e e mais de 2500$00.

OK, contas feitas, o PUUG fica bastante mais barato desde que se minimize o
tempo online.

Dan Simoes

unread,
Apr 1, 1994, 10:13:06 AM4/1/94
to
Porque e' tao caro uma ligacao ao internet em Portugal?
E' devido ao preco da ligacao internacional, ou e' apenas
mais uma 'vantagem' de viver em Portugal? :)

Para fazer comparacao, (vou usar um pouco de ingles aqui)
um 'account' num servico 'dialup' a qualquer baud (ate v.32bis)
que permite ler e mandar news e mail custa em NYC cerca de $10/mes,
esc$1500 sem limites de tempo (panix.com). Apenas e' necessario
pagar o telefone. Mas contrario ao que acontece com a beleza dos
telefones lusitanos, e' baratissimo se for uma chamada local,
cerca de $10/mes no pior das hipo'teses. Fica mais caro se
for uma chamada de longa distancia, por ex. eu moro a 30 milhas
de NYC, e teria de pagar um pouco mais.
Panix tambem oferece uma 'account' que permite utilizar muitas das
'ferramentas' que existem no internet: gopher, wais, www, irc e mais.

Isto nao e' para fazer anuncio `a panix, nem e' para vos encorajar
a ligar para la' de Portugal (embora talvez ficasse mais barato
- nahh.) E' apenas para dar uma comparacao e ver o que custa
uma ligacao noutras partes do mundo.

Concordo que se e' assim tao caro, o melhor que voces poderiam
fazer era encorajar o pessoal a constriur uma rede de uucp.
Para quem nao conhece o uucp, utilizando o exemplo do email:
eu escrevo uma mensagem no meu computador em coimbra. O meu
computador telfona a outro um pouco mais longe. Esse, por sua
vez, liga para Lisboa (por exemplo), e o de Lisboa, tendo uma
ligacao directa ao internet, manda a mensagem para fora.
Um livro excelente que explica muito bem o uucp e'
"Managing UUCP and Usenet" do publicador O`Reilly & Associates
(ora.com). Com uma boa rede uucp espalhado pelo pais enteiro,
utilizando PCs com software de borla (waffle para dos, ou linux
ou muitos outros) poderiam melhorar a situcao bastante.
Era o que se fazia aqui antes de existerem accounts slip
e linhas 56k com preco accessivel. Muitos ainda utilizam
a 'rede' uucp para enviar mail e news.

Se nao sabem, o ftp e archie tambem se podem fazer atraves do
email, mesmo com uucp. Posso enviar algums scripts que fazem
isto se quiserem.

E' triste ver que em vez de tentar fazer crescer o internet
em Portugal, algums individuos querem enriquecer `a custa de
outros. Enfim, e' assim em quase todo, nao e' verdade?

Por fim, embora eu trabalhe na ANS, que e' um 'internet
service provider', as minhas opinioes sao mesmo minhas
e nao tem nada a ver com esta empresa. Eles nao falam
Portugues (e por jeitos daqui a nada nem eu falo!).

| Dan |
--
Dan Simoes da...@ans.net
Associate Programmer (914) 789-5378
Advanced Network & Services Elmsford, NY

Miguel Mira da Silva

unread,
Apr 2, 1994, 8:17:19 AM4/2/94
to
da...@ans.net (Dan Simoes) writes:

>Porque e' tao caro uma ligacao ao internet em Portugal?

A minha ideia e' que o PUUG tem o monopolio. A TELEPAC e' tao cara que
nao conta... Alem disso, ha' custos fixos e em Portugal a internet
ainda esta' pouco divulgada.

>Concordo que se e' assim tao caro, o melhor que voces poderiam
>fazer era encorajar o pessoal a constriur uma rede de uucp.

Uma optima ideia. Mas que pessoal ? Porque nao vens viver para Portugal
e fazer tu a rede ?

>Era o que se fazia aqui antes de existerem accounts slip
>e linhas 56k com preco accessivel.

O que sao "accounts slip" ?
O que sao "linhas 56k com preco accessivel" ?

>E' triste ver que em vez de tentar fazer crescer o internet
>em Portugal, algums individuos querem enriquecer `a custa de
>outros.

Talvez nao seja uma questao de enriquecer, talvez seja uma questao
de "deixa andar" mesmo (como dizem os brasileiros).

Mas se pessoas como tu e o Carlos Antunes (?) explicarem como e' que se
acede `a internet de maneira facil e barata, entao eu tenho a certeza
que existem muitas pequenas empresas e individuais interessados em
usar mail, news, www, etc...

Ja' agora, e' costume ai nos USA as pequenas empresas usarem a internet
como infra-estrutura de comunicacoes digitais ?

Ah, e muito obrigado pela tua excelente critica.

Eduardo Correia

unread,
Apr 2, 1994, 10:11:28 AM4/2/94
to
In article <1994Mar30....@fct.unl.pt> hj@bach (Henrique Joao Lopes Domingos) writes:


>> Existem Service providers mais baratos em Portugal, e que FUNCIONAM.
>> Ha gente a utilizar.

Existem Service provider(S) ou estas-te so' a referir ao PUUG... Se
souberes de mais algum service provider que de trafego comercial por
favor faz o posting da lista...

Obrigado

--
===============================================================================
Manuel Eduardo C. D. Correia
Centro de Informatica da Universidade do Porto (CIUP),
Rua do Campo Alegre, 823, 4100 Porto, PORTUGAL
Tel: (351-02) 600 1672, Ext: 113, Fax: (351-02) 600 3654,
Internet: m...@ciup1.ncc.up.pt
=============================== OR ==============================================
Eduardo Correia
Department of Computer Science,
Box 30001, dept C. S.
New Mexico State University,
Las Cruces,
New Mexico 88003
Internet: ecor...@cs.nmsu.edu
Tel: 1-505-6464054
===============================================================================

Dan Simoes

unread,
Apr 2, 1994, 10:51:08 PM4/2/94
to
In article <CnMvK...@dcs.gla.ac.uk> m...@dcs.gla.ac.uk (Miguel Mira da Silva) writes:

>da...@ans.net (Dan Simoes) writes:
>
>A minha ideia e' que o PUUG tem o monopolio. A TELEPAC e' tao cara que
>nao conta... Alem disso, ha' custos fixos e em Portugal a internet
>ainda esta' pouco divulgada.

Creio que e' mais devido aos custos telfonicos; e' normal, o preco
dos circuitos e' o que encarece uma ligacao directa aqui.

>>Concordo que se e' assim tao caro, o melhor que voces poderiam
>>fazer era encorajar o pessoal a constriur uma rede de uucp.
>
>Uma optima ideia. Mas que pessoal ? Porque nao vens viver para Portugal
>e fazer tu a rede ?

Do estilo
'Will do uucp for food and a nice motorcycle'?

:)

Tenho certeza que existe uma nova geracao de miudos e graudos
que em vez de ter ao dispor um ZX Spectrum de 16k te^m um 286
pelo menos, se nao um 486. Nao li aqui que ate' o Blitz tem
conhecimento do internet?

>O que sao "accounts slip" ?
>O que sao "linhas 56k com preco accessivel" ?

Para ter acesso directo ao internet e' preciso fazer uma ligacao
(em termos simples, uma chamada). O metodo mais barato e' isso
mesmo, um telfonema enter dois modems e estabelece-se a ligacao
tcp/ip. Isto da'-te um 'cano' muito estreito para passar a tua
informacao, ie, velocidades relativamente lentas de transmissao.
Se quiseres um 'cano' maior, compras uma linha directa ao internet
('leased line'), um router, e mais ums berliques e berloques.
Uma linha 56k geralmente e' o leased line mais barato - para
velocidades maiores ha' depois o T1, T3...

>Ja' agora, e' costume ai nos USA as pequenas empresas usarem a internet
>como infra-estrutura de comunicacoes digitais ?

Depende das empresas. Dum modo geral, as pequenas empresas nao.
As maiores estao a ver o valor do internet e aparecem mais em
cada dia.

>Ah, e muito obrigado pela tua excelente critica.

De nada.

>Miguel.

Miguel Mira da Silva

unread,
Apr 4, 1994, 5:15:53 AM4/4/94
to
cm...@softsousa.pt (Carlos Antunes) writes:

>No entanto, o mais importante, e que existe mais gente a pensar em

>providenciar o acesso a Internet em Portugal e toda a gente tem a ganhar com
>isso.

Optimo. Quando souberes quem sao, podias dizer `a gente ?

Obrigado, Miguel.

Artur Romao

unread,
Apr 4, 1994, 6:11:45 AM4/4/94
to
In article <CnMvK...@dcs.gla.ac.uk> m...@dcs.gla.ac.uk (Miguel Mira da Silva)
writes:
> da...@ans.net (Dan Simoes) writes:
>
> >Porque e' tao caro uma ligacao ao internet em Portugal?

Porque da' muito trabalho, existe (ate' agora) pouca gente que adere `a ideia,
logo a amortizacao dos custos (enormes!!!!!!) e' dificil, porque nas empresas
ha' muito pouca gente com conhecimentos suficientes para ter as coisas a
trabalhar, logo o que se fazia numa hora faz-se em dois ou tres telefonemas
de uma hora. Ninguem nasce ensinado, portanto e' natural que estas coisas
acontecam. So' que nunca ninguem se lembra delas quando se leem os folhetos...

Mas a ANS (onde o D. Simoes parece trabalhar ou ter uma conta) deve saber este
tipo de detalhes, so' que nos States as coisas sao muito diferentes.

Outros poderao dizer outras coisas, mas o facto e' que ate' hoje ainda estou `a
espera das tais ferias nas Caraibas :-(


> A minha ideia e' que o PUUG tem o monopolio.

"o PUUG tem o monopolio", i.e., o Estado fez do PUUG a Telecom ou os CTT
ou os TLP dos servicos Internet em Portugal... Ou, "o PUUG tem o monopolio",
porque comprou os direitos da Internet em Portugal, logo faz o que lhe
apetece... Ou, o PUUG quis trazer a Internet para Portugal, portanto agora
tem de se aguentar. Nunca pensei fazer isto na vida, mas tenho de concordar
com o Prof. Tribolet: o sacana do Adamastor da' trabalho que se farta :-) :-)

> >Concordo que se e' assim tao caro, o melhor que voces poderiam
> >fazer era encorajar o pessoal a constriur uma rede de uucp.
>
> Uma optima ideia. Mas que pessoal ? Porque nao vens viver para Portugal
> e fazer tu a rede ?

Nem mais, eu proprio teria receio de dizer melhor! :-) Alem disso, UUCP para
acesso Internet? Mail e news sim, quanto ao resto gostava de ver.

> >Era o que se fazia aqui antes de existerem accounts slip
> >e linhas 56k com preco accessivel.

Linhas 56K (64K no caso de Portugal) a preco acessivel? Onde? Onde? Tambem
quero!

> >E' triste ver que em vez de tentar fazer crescer o internet
> >em Portugal, algums individuos querem enriquecer `a custa de
> >outros.

Pois... tambem ja' ouvi isso em qualquer lado. Ja' agora "alguns individuos"
quer dizer o que? (A pergunta nao e' para o Miguel M S, mas para o D. Simoes,
que foi quem fez a afirmacao acima, o seu a seu dono)

> Talvez nao seja uma questao de enriquecer, talvez seja uma questao
> de "deixa andar" mesmo (como dizem os brasileiros).

Correndo o risco de me tornar repetitivo, se fosse so' deixar andar,
associacoes como o PUUG nao tentariam fazer qualquer coisa e entao teriam o
acesso `a Internet mais barato de certeza. Assim, ha' o monopolio...

> Mas se pessoas como tu e o Carlos Antunes (?) explicarem como e' que se
> acede `a internet de maneira facil e barata, entao eu tenho a certeza
> que existem muitas pequenas empresas e individuais interessados em
> usar mail, news, www, etc...

Na semana passada realizou-se uma conferencia dedicada ao tema "Portugal na
Internet", onde se fez uma demonstracao de todos esses servicos, e penso que
as pessoas ficaram a ver como e' facil. Quanto a ser barato, nao sou a pessoa
indicada para falar sobre isso...

artur

Dan Simoes

unread,
Apr 4, 1994, 9:08:15 AM4/4/94
to
In article <1994Apr4.1...@fct.unl.pt> ar...@morgaine.fct.unl.pt writes:
>Ninguem nasce ensinado, portanto e' natural que estas coisas
>acontecam. So' que nunca ninguem se lembra delas quando se leem os folhetos...
>
>Mas a ANS (onde o D. Simoes parece trabalhar ou ter uma conta) deve saber este
>tipo de detalhes, so' que nos States as coisas sao muito diferentes.

A curva de aprendizagem existe em qualquer coisa nova - a diferenca e'
que ha' mais hipotese de arranjar ajuda ou mesmo aulas para aprender
quase tudo. O projecto em que eu trabalho (o que no's chamamos de
ANSInterServ) e' destinado a essas tais empresas com pouco ou nenhum
conhecimento de unix e o internet em geral - configuramos um Sun com
o SunOS (unix) e todas as aplicacoes tipicas do internet (news, gopher,
wais, etc) e depois de estar instalado com uma linha directa de pelo
menos 56k, o cliente apenas tem que utilizar software para ter accesso
`as aplicacoes, ie, poderia ler news utilizando um newsreader 'a base
de Windows ou Mac, tanto faz. A administracao do sistema e' feita
atraves do internet e o sistema e' vigiado 24hrs/dia, 7 dias/sem.
Claro que nada disto e' barato, mas e' apenas para mostrar que
ha' gente que reconhece que e' dificil aprender a utilizar o
internet, e que estao a fazer algo para facilitar esta tarefa.
Haveria utilidade para este tipo de produto em Portugal?

>"o PUUG tem o monopolio", i.e., o Estado fez do PUUG a Telecom ou os CTT
>ou os TLP dos servicos Internet em Portugal... Ou, "o PUUG tem o monopolio",
>porque comprou os direitos da Internet em Portugal, logo faz o que lhe
>apetece... Ou, o PUUG quis trazer a Internet para Portugal, portanto agora
>tem de se aguentar. Nunca pensei fazer isto na vida, mas tenho de concordar
>com o Prof. Tribolet: o sacana do Adamastor da' trabalho que se farta :-) :-)

Agora compreendo melhor.

>Nem mais, eu proprio teria receio de dizer melhor! :-) Alem disso, UUCP para
>acesso Internet? Mail e news sim, quanto ao resto gostava de ver.

ftp e archie tambem podem-se utilizar atraves do email.
Lentamente, mas e' possi'vel.

NB - quando eu disse que havia linhas 56k a precos accessiveis, nao
era para implicar que eram TAO accessiveis que toda a gente tem
uma em suas casas. Para um empresa media, e' accessivel.

>Pois... tambem ja' ouvi isso em qualquer lado. Ja' agora "alguns individuos"
>quer dizer o que? (A pergunta nao e' para o Miguel M S, mas para o D. Simoes,
>que foi quem fez a afirmacao acima, o seu a seu dono)

Nao acabaram de dizer que a PUUG tem o monopo'lio?
Se nao ha' concorrencia de outros providores, o que e' que
vai motivar a PUUG a baixar os precos? Bondade do coracao? :)
(Realmente nao sei se os precos da PUUG sao exorbitantes - num
pais onde o preco da gasolina e' 4x o preco daqui e um carro custa
pelo menos o dobro, talvez pareca mal ter accesso barato ao internet).

>Correndo o risco de me tornar repetitivo, se fosse so' deixar andar,
>associacoes como o PUUG nao tentariam fazer qualquer coisa e entao teriam o
>acesso `a Internet mais barato de certeza. Assim, ha' o monopolio...

Exacto.

>Na semana passada realizou-se uma conferencia dedicada ao tema "Portugal na
>Internet", onde se fez uma demonstracao de todos esses servicos, e penso que
>as pessoas ficaram a ver como e' facil. Quanto a ser barato, nao sou a pessoa
>indicada para falar sobre isso...

Que bom.

Artur Romao

unread,
Apr 4, 1994, 4:38:13 PM4/4/94
to
In article <1994Apr4.1...@ans.net> da...@ans.net (Dan Simoes) writes:
[...]

> A curva de aprendizagem existe em qualquer coisa nova - a diferenca e'
> que ha' mais hipotese de arranjar ajuda ou mesmo aulas para aprender
> quase tudo. O projecto em que eu trabalho (o que no's chamamos de
> ANSInterServ) e' destinado a essas tais empresas com pouco ou nenhum
> conhecimento de unix e o internet em geral - configuramos um Sun com
> o SunOS (unix) e todas as aplicacoes tipicas do internet (news, gopher,
> wais, etc) e depois de estar instalado com uma linha directa de pelo
> menos 56k, o cliente apenas tem que utilizar software para ter accesso
> `as aplicacoes, ie, poderia ler news utilizando um newsreader 'a base
> de Windows ou Mac, tanto faz. A administracao do sistema e' feita
> atraves do internet e o sistema e' vigiado 24hrs/dia, 7 dias/sem.
> Claro que nada disto e' barato, mas e' apenas para mostrar que
> ha' gente que reconhece que e' dificil aprender a utilizar o
> internet, e que estao a fazer algo para facilitar esta tarefa.
> Haveria utilidade para este tipo de produto em Portugal?

Utilidade havia, sem duvida (aqui o truly yours via com bons olhos coisas desse
tipo, que poupassem horas ao telefone). O problema e' que nao e' raro
depararem-se casos em que as pessoas se enchem de coragem e tentam pegar o
bicho pelos ditos, i.e., tentam ser elas proprias a montar tudo, para no fim
isso nos dar mais trabalho... No entanto ha' casos (nao raros!) de pessoas
com poucos conhecimentos iniciais que metem maos `a obra com resultados
excelentes. O que eu queria dizer e' que ainda ha' pouco Net know-how (onde e'
que eu ja' ouvi isto :-) :-) o que por vezes se traduz em processos de ligacao
morosos. Mais uma vez, a minha unica queixa vai para os casos em que pessoas
menos informadas tendem a esquecer aspectos destes, apenas falando no que se
ve escrito (seja la' onde for que esteja escrito).

O exemplo que deste da ANS seria ideal em Portugal, falta apenas que haja
consciencia por parte das pessoas para essas coisas (eu ia dizer humildade em
certos casos, mas prefiro nao dizer :-).

> >Nem mais, eu proprio teria receio de dizer melhor! :-) Alem disso, UUCP
para
> >acesso Internet? Mail e news sim, quanto ao resto gostava de ver.
>
> ftp e archie tambem podem-se utilizar atraves do email.
> Lentamente, mas e' possi'vel.

Certo, quando escrevi aquilo estava a pensar tambem em gopher e www, mas nao
interessa. A questao e' que se quisermos trazer a Internet para Portugal, nao
podemos esquecer o UUCP (ha' muitas pessoas que receberam este artigo via UUCP)
e' certo, mas seria tacanhez ficar-mo-nos por ai'...

> NB - quando eu disse que havia linhas 56k a precos accessiveis, nao
> era para implicar que eram TAO accessiveis que toda a gente tem
> uma em suas casas. Para um empresa media, e' accessivel.

OK, mas o problema e' que em Portugal podia ser acessivel...

> >Pois... tambem ja' ouvi isso em qualquer lado. Ja' agora "alguns
individuos"
> >quer dizer o que? (A pergunta nao e' para o Miguel M S, mas para o D.
Simoes,
> >que foi quem fez a afirmacao acima, o seu a seu dono)
>
> Nao acabaram de dizer que a PUUG tem o monopo'lio?
> Se nao ha' concorrencia de outros providores, o que e' que
> vai motivar a PUUG a baixar os precos? Bondade do coracao? :)

Exactamente! O PUUG e' uma associacao sem fins lucrativos, como tal nao pode
ter lucros (QUALQUER socio pode ver as contas do PUUG), logo das duas uma: ou
aplica as receitas em infra-estruturas, como tem tentado fazer ate' agora, ou
diminui-as. Se perguntares por ai', podes encontrar varios exemplos de baixas
nos precos que o PUUG pratica. E' como te digo: as minhas ferias nas Caraibas
nunca mais vem... acho que vou para a concorrencia :-) :-)

> (Realmente nao sei se os precos da PUUG sao exorbitantes - num
> pais onde o preco da gasolina e' 4x o preco daqui e um carro custa
> pelo menos o dobro, talvez pareca mal ter accesso barato ao internet).

No comments :-) Parece mal a quem o fornece ou a quem o paga?

> >Correndo o risco de me tornar repetitivo, se fosse so' deixar andar,
> >associacoes como o PUUG nao tentariam fazer qualquer coisa e entao teriam o
> >acesso `a Internet mais barato de certeza. Assim, ha' o monopolio...
>
> Exacto.

Tenho a sensacao que nao percebeste que estava a gozar com aquela do monopolio.
E' uma questao de leres com mais atencao...

> >Na semana passada realizou-se uma conferencia dedicada ao tema "Portugal na
> >Internet", onde se fez uma demonstracao de todos esses servicos, e penso que
> >as pessoas ficaram a ver como e' facil. Quanto a ser barato, nao sou a
pessoa
> >indicada para falar sobre isso...
>
> Que bom.

Sem querer fazer publicidade ao Publico, o suplemento Computadores de hoje tras
varios artigos e entrevistas sobre o Internet, em grande parte dedicados ao
seminario de terca-feira. Houve alguem aqui que pediu que se contasse o que
la' se passou, e' so' passar os olhos pela primeira pagina do dito suplemento
e fica informado (a menos de algumas incorreccoes). Para quem nao tiver acesso
ao Publico, esperemos que haja alguma alma caridosa que queira resumir. Eu
tenho de ir para casa, ja' e' tarde :-)

artur

Miguel Mira da Silva

unread,
Apr 5, 1994, 4:28:29 AM4/5/94
to
ar...@morgaine.fct.unl.pt (Artur Romao) writes:

>Sem querer fazer publicidade ao Publico, o suplemento Computadores de hoje tras
>varios artigos e entrevistas sobre o Internet, em grande parte dedicados ao
>seminario de terca-feira. Houve alguem aqui que pediu que se contasse o que
>la' se passou, e' so' passar os olhos pela primeira pagina do dito suplemento
>e fica informado (a menos de algumas incorreccoes). Para quem nao tiver acesso
>ao Publico, esperemos que haja alguma alma caridosa que queira resumir. Eu
>tenho de ir para casa, ja' e' tarde :-)

Nao, nao estas a fazer publicidade. Se os artigos sao bons e' para
se dizer. Ha' por ai' alguma alma caridosa que "sacanei" (ie, passe
pelo scanner) esses artigos, ou entao que faca um resumo ?

Carlos Antunes

unread,
Apr 5, 1994, 2:40:18 PM4/5/94
to
In article <CnMvK...@dcs.gla.ac.uk> m...@dcs.gla.ac.uk writes:
>
>Mas se pessoas como tu e o Carlos Antunes (?) explicarem como e' que se
>acede `a internet de maneira facil e barata, entao eu tenho a certeza
>que existem muitas pequenas empresas e individuais interessados em
>usar mail, news, www, etc...
>

Pela parte que me toca, sempre que sei algo de novo, vou divulgando, como
prova o meu posting sobre a forma de aceder via Telepac...

Artur Romao

unread,
Apr 5, 1994, 3:39:02 PM4/5/94
to
In article <Cns27...@dcs.gla.ac.uk> m...@dcs.gla.ac.uk (Miguel Mira da Silva)
writes:

> Nao, nao estas a fazer publicidade. Se os artigos sao bons e' para

> se dizer. Ha' por ai' alguma alma caridosa que "sacanei" (ie, passe
> pelo scanner) esses artigos, ou entao que faca um resumo ?

Em relacao ao Publico, neste momento, mesmo que quisesse nao posso fazer isso,
nao sei onde pus o meu exemplar :-( Se entretanto o encontrar vou tentar
arranjar tempo (ei! se alguem estava a pensar fazer o mesmo, nao fiquem `a
minha espera :-)

Hoje o Blitz dedicou duas paginas `a Internet. Aqui vai um resumo:

Comeca por fazer uma introducao referindo numeros: quantas redes, quantas
pessoas, taxa de crescimento (12% ao mes, para as redes). O que se faz na
Internet: e-mail, compras vendas, copias de shareware, consultas a catalogos
de bibliotecas, troca de informacao mais ou menos banal/importante...

A seguir dedica-se `a historia da Internet, acabando por referir mais alguns
numeros interessantes: o trafego na Internet esta' assim distribuido:
53% comercial
27% pesquisa (devem querer dizer investigacao)
9% governo
6% defesa
5% educacao
(nao faco a minima ideia de quais sao as fontes)

Seria interessante comparar com os numeros portugueses (nao os conheco nem sei
se alguem alguma vez os calculou)...

E' mencionada a realidade portuguesa, com a referencia a algumas passagens do
seminario da semana passada, entre as quais a saga do Mario Valente ('tas a
ficar famoso, pa'! :-), "Em busca do VSAT perdido" ;-) e da FCCN quando pediu
aos TLP que desligassem o circuito Lisboa-Coimbra e eles acabaram por desligar
o Lisboa-Porto. Resultado: estivemos 21 dias com aquele circuito em baixo e
a FCCN teve que pagar 400 contos para eles irem desfazer o erro... (lembro-me
que o Prof. Heitor Pina, da FCCN, disse que quando pagou eles lhe disseram
que ele entretanto podia ir ja' fazendo a reclamacao!)

A seguir divaga-se sobre os monopolios (nao, nao fala no PUUG ;-), referindo
o impacto dos mesmos nos precos finais e no acesso `as novas tecnologias. Fala
ainda no facto de a AR receber documentos do Congresso Americano em CD, os
quais nao podem ser consultados porque o bom do Presidente da Assembleia nao
aprovou a compra de um leitor de CD-ROM! (lamento, mas como nao tem e-mail nao
lhe podem mandar flames :-)

A ultima seccao deste artigo e' novamente sobre o seminario. Aqui ficam os
ultimos paragrafos:

"As autoestradas da informacao foram historiadas por H. Funk, director
executivo da Internet Society; as redes transeuropeias de banda larga foram
tema para Augusto Albuquerque, responsavel pela DGXIII-B2 da Uniao Europeia
(NB: nao assisti a esta parte, so' sei dizer que no debate final toda a gente
bateu no homem...); e Sheri Steele, advogada da Electronic Frontier
Foundation, partilhou algumas das suas preocupacoes quanto aos direitos dos
cidadaos.

Cerca de 400 pessoas puderam assistir `a demonstracao de uma viagem na Internet
atraves dos Estados Unidos, Australia, Alemanha, ou bem mais perto, ate' `a
Uninova, na Costa da caparica. O debate final fica para a historia como o de
um coloquio sem conclusoes. Da mesa, em vez de discursos e esclarecimentos
vieram duvidas e inquietacoes. Consensual mesmo, so' a ideia de que chegou a
hora do evangelho e o que faz falta e' avisar a malta, espalhar a palavra. Na
expressao feliz de Nuno Guimaraes, do INESC: 'chateiem toda a gente!'"

Ha' ainda uma referencia sobre a mensagem do nosso presidente na pt-net
(acho que era soa...@belem.presidencia.pt), no dia 1 de Abril, e tambem um
artigo sobre a forma de entrar na Internet, o qual me abstenho de transcrever
ou resumir: fala bem do PUUG e mal da Telepac :-) Bom, na verdade contem
algumas imprecisoes importantes, como "O melhor e' utilizar o servico que a
FCCN montou para as Universidades e Laboratorios portugueses, a rede RCCN, e
que agora poe `a disposicao da 'sociedade civil', individuais e empresas." A
primeira parte esta' correcta, a segunda nao.

Bom, espero que aqueles que queriam saber coisas sobre o seminario tenham
ficado com uma ideia. Pelo menos acho que ja' mereco que outro resuma o
Publico :-) :-) :-)

artur

mval...@draco.lnec.pt

unread,
Apr 6, 1994, 2:30:50 AM4/6/94
to
Artur Romao (ar...@morgaine.fct.unl.pt) wrote:
: seminario da semana passada, entre as quais a saga do Mario Valente ('tas a

: ficar famoso, pa'! :-), "Em busca do VSAT perdido" ;-) e da FCCN quando pediu


Ja' posso morrer descansado, ja' atingi o meu objectivo na vida :-)

Repito aqui o que ja' disse ha' alguns meses atras e que ja' algumas
pessoas sabem: estou a *tentar* montar um servico comercial de acesso
'a Internet a precos acessiveis. Ate' agora tudo parece bem encaminhado.
Continuo/continuamos interessados em ouvir sugestoes, possiveis clientes,
contribuicoes em $$$ ( aceitamos VISA :-), etc.

Isto nao quer dizer que alguma vez o venha a conseguir, que seja o primeiro,
que seja o unico, ou que queira ser. Mas pelo menos tenta-se...

C U!

By(e)

Mario Valente

Antonio.Ferreira

unread,
Apr 6, 1994, 8:27:10 AM4/6/94
to
In article <V8JN...@math.fu-berlin.de> mval...@draco.lnec.pt () writes:
>
> Ja' posso morrer descansado, ja' atingi o meu objectivo na vida :-)
>
> Repito aqui o que ja' disse ha' alguns meses atras e que ja' algumas
> pessoas sabem: estou a *tentar* montar um servico comercial de acesso
> 'a Internet a precos acessiveis. Ate' agora tudo parece bem encaminhado.
> Continuo/continuamos interessados em ouvir sugestoes, possiveis clientes,
> contribuicoes em $$$ ( aceitamos VISA :-), etc.
>
> Isto nao quer dizer que alguma vez o venha a conseguir, que seja o primeiro,
> que seja o unico, ou que queira ser. Mas pelo menos tenta-se...
>
>
> C U!
>
> By(e)
>
> Mario Valente
>
Ainda bem que assim e'.
Eu tambem estou a trabalhar no mesmo e, para ja', tudo corre bem.
Quando tiver mais informacoes divulgo-as aqui.

Cumprimentos,

Antonio Ferreira
--
--------------------------------------------------------------------------
Antonio Ferreira | Email: ferr...@aedi.insa-lyon.fr | INSA Lyon, France
--------------------------------------------------------------------------

Carlos Bispo

unread,
Apr 6, 1994, 11:35:24 AM4/6/94
to
Excerpts from netnews.soc.culture.portuguese: 5-Apr-94 Re: Acesso 'a
Internet by Artur Ro...@morgaine.fct
> Hoje o Blitz dedicou duas paginas `a Internet. Aqui vai um resumo:
>
(texto apagado)

>
> Ha' ainda uma referencia sobre a mensagem do nosso presidente na pt-net
> (acho que era soa...@belem.presidencia.pt), no dia 1 de Abril, e tambem um
> artigo sobre a forma de entrar na Internet, o qual me abstenho de transcrever

Espero que o Blitz tenha deixado claro que a mensagem do presidente mais
nao foi que uma partida do primeiro de Abril que alguem resolveu pregar
ao pessoal da pt-net. A mensagem foi forjada e tanto quanto se saiba nao
existe
a area soa...@belem.presidencia.pt.

Pode ser que a brincadeira venha a dar frutos no futuro, mas isso e'
outra historia.


Carlos


Artur Romao

unread,
Apr 7, 1994, 4:03:03 PM4/7/94
to
In article <YhchOwm00...@andrew.cmu.edu> Carlos Bispo
<cb...@andrew.cmu.edu> writes:
> Espero que o Blitz tenha deixado claro que a mensagem do presidente mais
> nao foi que uma partida do primeiro de Abril que alguem resolveu pregar
> ao pessoal da pt-net. A mensagem foi forjada e tanto quanto se saiba nao
> existe
> a area soa...@belem.presidencia.pt.

Sim, sim, esqueci-me de mencionar isso... O artigo ate' fala no ciberdeputado
(sic) Jose' Magalhaes, que foi um dos que caiu na esparrela (a julgar pelas
perguntas feitas aos nameservers nacionais por belem.presidencia.pt eu diria
que umas boas dezenas de pt-netianos se esqueceram em que dia receberam a dita
mensagem :-)

> Pode ser que a brincadeira venha a dar frutos no futuro, mas isso e'
> outra historia.

Totalmente de acordo, que tal um abaixo assinado para o nosso Presidente fazer
uma presidencia aberta no ciberespaco? Ja' percorreu Portugal (alias, o mundo)
duma ponta `a outra, so' lhe faltam umas viagens virtuais :-) :-)

E' claro, a seguir aparecera' logo o endereco cav...@sao-bento.governo.pt,
porque o Primeiro nao querera' ficar atras. Ou sera' que ele vai exigir que
que seja ani...@cavaco.pt? :-)

artur

JoseFMagalhaes

unread,
Apr 9, 1994, 2:36:02 PM4/9/94
to
In article <1994Apr7.2...@fct.unl.pt>,

Artur Romao <ar...@morgaine.fct.unl.pt> wrote:
>
>E' claro, a seguir aparecera' logo o endereco cav...@sao-bento.governo.pt,
>porque o Primeiro nao querera' ficar atras. Ou sera' que ele vai exigir que
>que seja ani...@cavaco.pt? :-)
>
>artur

Nao, vai mas e' exigir ani...@cavaco.kt (kt=kavaquistao)

Andre Nuno G.Soares

unread,
Apr 19, 1994, 2:07:46 PM4/19/94
to
Nao e soi a ligacao internacional que sai MUITO cara em Portugal. Uma
linha dedicada Lisboa-Braga custa entre 300 a 500 contos/mes!!! Assim e
dificil regionalizar... 64 kps, claro. Mas uma mesma linha de 19.9 (nao
completamente digital) por pouco menos fica. Deve ir ate aos 400 contos.

i

--
------------------------------------------------------------------------------
Andre Soares | Drugs are for people who
aka Cyrus <si20...@ci.uminho.pt> | can't handle their minds
--

Jose' Bernardo Silva

unread,
Apr 20, 1994, 4:58:14 AM4/20/94
to
In article <1994Apr19....@news.uminho.pt> si20...@pessoa.ci.uminho.pt (Andre Nuno G.Soares) writes:
>From: si20...@pessoa.ci.uminho.pt (Andre Nuno G.Soares)
>Subject: Re: Acesso 'a Internet
>Date: Tue, 19 Apr 1994 18:07:46 GMT

> Nao e soi a ligacao internacional que sai MUITO cara em Portugal. Uma
> linha dedicada Lisboa-Braga custa entre 300 a 500 contos/mes!!! Assim e
> dificil regionalizar... 64 kps, claro. Mas uma mesma linha de 19.9 (nao
> completamente digital) por pouco menos fica. Deve ir ate aos 400 contos.

Deixa estar que os ladroes (tambem conhecidos por TLP) dizem que vao baixar
(???) as tarifas regionais e interurbanas - so' que vao subir, e muito, as
tarifas locais com a desculpa que estao muito baratas...
Ja' se diz que isto e' apenas para a Telecom depois ter dinheiro, para poder
corrigir todas as bacoradas que os TLP andaram a fazer nestes anos, quando for
finalmente a fusao.
Alguem sabe de um pais europeu onde as tarifas telefonicas sejam tao
obscenamente altas como ca'?

--
------------------------------------------------------------
/ / SMD - Informatica /
/ j...@smd.pt / Largo Mov. das Forcas Armadas, 4 /
/ / Alfragide /
/ Jose'Bernardo Silva / 2700 AMADORA /
/ / PORTUGAL Tel. 351.1.4711004 /
------------------------------------------------------------
East Timor is not indoAMnesia!

Eduardo Correia

unread,
Apr 21, 1994, 7:51:31 AM4/21/94
to
In article <1994Apr19....@news.uminho.pt> si20...@pessoa.ci.uminho.pt (Andre Nuno G.Soares) writes:

>> Nao e soi a ligacao internacional que sai MUITO cara em Portugal. Uma
>> linha dedicada Lisboa-Braga custa entre 300 a 500 contos/mes!!! Assim e
>> dificil regionalizar... 64 kps, claro. Mas uma mesma linha de 19.9 (nao
>> completamente digital) por pouco menos fica. Deve ir ate aos 400 contos.

E' o que da' ter as telecomunicoes e outros servicos entregues ao
monopolio do estado... A incompetencia e a falta de concorrencia
pagam-se muito caro :-( !!!

Antonio Vasconcelos

unread,
Apr 22, 1994, 3:46:50 PM4/22/94
to
j...@smd.pt (Jose' Bernardo Silva) writes:
: Alguem sabe de um pais europeu onde as tarifas telefonicas sejam tao
: obscenamente altas como ca'?

Aqui ha' uns anos dizia-se que o unico pais com comunicacoes
telefonicas mais caras do que Portugal era Singapura. Nunca consegui
apurar se era ou nao verdade.
--
regards,

Antonio Vasconcelos
@ The Lisbon $tock Exchange (BVL) require 'std/disclaimer.ph'

<<< What the heck happened here??!! >>>

Francisco Vasques

unread,
Apr 28, 1994, 6:13:16 PM4/28/94
to
In article <1994Apr22....@bvl.pt> va...@bvl.pt (Antonio Vasconcelos) writes:
>j...@smd.pt (Jose' Bernardo Silva) writes:
>: Alguem sabe de um pais europeu onde as tarifas telefonicas sejam tao
>: obscenamente altas como ca'?

O custo das chamadas locais e inferior ao da France Telecom, para o mesmo
intervalo de tempo.

Andre Nuno G.Soares

unread,
Apr 29, 1994, 4:22:39 AM4/29/94
to
Em Mocambique, pelo que me chegou aos ouvidos atraves dum parente de um
vice-ministro das comunicacoes ou coisa do genero, e a REDE que e digital.
O que e diferente de ter CENTRAIS digitais. Notem que em Portugal as
centrais ja ssao digitais em muitos sitios, MAS a linha que vai do telefone ao
concentrador local e ainda analogica. Ou seja, a comutacao e que e digital.
O que parece acontecer em Mocambique e que ja tem tudo digital, calculo
que seja isso o que se chama ISDN ou RDIS...