Nuclear em Portugal?

182 views
Skip to first unread message

Geopalavras

unread,
Oct 3, 2013, 2:07:41 PM10/3/13
to geod...@googlegroups.com

Nuclear em Portugal?

A utilização crescente de energia, e particularmente de energias fósseis (também denominadas tradicionais), tem sido uma das principais características da sociedade industriai do século XX e início do século XXI. Desde que nos levantamos até irmos para a cama, e mesmo quando dormimos, estamos a consumir energia. Esta é indispensável para as sociedades humanas e, desde a invenção do fogo até à sociedade industrial, muita coisa mudou em termos energéticos.

A energia nuclear, conseguida através da fusão do urânio, apesar de ter sido recebida com grande entusiasmo (devido ao seu potencial energético e baixo custo) tem sido progressivamente abandonada em consequência dos seus impactos ambientais e problemas relacionados com os resíduos, agravados após o acidente de Chernobyl na Ucrânia e mais recentemente em Fukushima no Japão. Atualmente, devido à escalada do preço do petróleo, esta energia voltou a ser apontada como alternativa ao «ouro negro». Portugal tem assistido, a espaços, a uma discussão sobre a possibilidade da instalação de uma central nuclear. Os defensores da central nuclear invocam a redução da dependência do petróleo, a redução de emissões de C02 (fundamental para cumprir o Protocolo de Quioto) e a revitalização do sector mineiro do Urânio em Portugal. No entanto, estes argumentos ainda não chegam para a tomada de uma decisão final.

Sim ao nuclear.

Em 2005, o empresário Patrick Monteiro de Barros apresentou um projeto para a construção de uma central nuclear no país, com uma potência instalada de 16OO mega-watts, a construir em sete anos. Um investimento, na altura de 3,5 mil milhões de euros. Mas que, segundo as contas mais recentes da empresa criada para o desenvolver, a Energia Nuclear de Portugal, já subiu para 4 mil milhões de euros”. Porque entretanto tudo aumentou, incluindo o aço”, explicou ao DN Pedro Sampaio Nunes, o homem que fala em nome da sociedade anónima criada para o efeito.

O projeto, que visava ainda a recuperação das minas de urânio da Urgeiriça, permitia, segundo os seus promotores, a criação de 300 postos de trabalho diretos.

Na fase de construção, envolveria cerca de 3000 trabalhadores, explicou Pedro Sampaio Nunes. “A intenção de construir a central mantém-se e o projeto continua a ser atualizado”, assegurou aquele responsável, adiantando que a empresa já tem várias localizações estudadas, para a central, mas não as quer revelar. Agora, conclui, a central tem ainda mais condições para ser rentável.

Não ao nuclear.

Muitos habitantes da região lançam impropérios contra tudo e contra todos e falam ao Expresso com lágrimas nos olhos.

Já foi confirmado que os lençóis freáticos estão infetados desde há vinte anos, devido aos resíduos de uma antiga fábrica militar de enriquecimento de urânio, igualmente instalada em Tricastin. “Andámos com os nossos filhos, estes anos todos, a beber e a lavar-nos com água de um poço contaminado!”, exclama Sylvie Eymard, proprietária agrícola.

Os viticultores, os produtores de frutas e legumes e os proprietários de restaurantes e hotéis estão ameaçados de falência. “Porque a água estava conspurcada com urânio e foi proibida a rega durante um certo tempo. As cenouras, cebolas, manjericão, coentros e batatas estão enfezados”, diz Mareei Bernard, um dos 60 grandes empresários agrícolas atingidos pela poluição nuclear: “De qualquer modo, depois do que aconteceu, quem é que vai querer comprar os nossos produtos?”.

Devido à má imagem de toda a região, a cooperativa produtora do “Coteaux du Tricastin” (vinho de região demarcada) vai pedir a mudança do nome do conhecido néctar. Em Bolène (que tem 14 mil habitantes) os hotéis e os restaurantes não têm clientes e “os turistas desapareceram!”.

Perante isto, as perguntas impõem-se:

  1. O nuclear é ou não uma energia eficiente do ponto de vista ambiental e económico?
  2. Há países na Europa, de grande rigor ambiental, que já a implementaram. Portugal não deverá fazer o mesmo?
  3. Portugal é um país grande potencial energético renovável. Não deverá ser por aí o caminho a trilhar?
  4. Somos um país com recursos minerais, urânio, que facilitaria a produção de energia nuclear. Não será este um elemento importante a ter em conta?
  5. A produção de energia elétrica depende muito das massivas importações de combustíveis fósseis que não possuímos. Não será, neste sentido, a produção de energia nuclear uma boa solução?
  6. Onde construir as centrais nucleares? Certamente ninguém gostará de as ter “à porta”!

dianacat...@gmail.com

unread,
Oct 7, 2013, 5:09:51 PM10/7/13
to geod...@googlegroups.com
Sou totalmente contra a energia nuclear em Portugal . Por mais motivos positivos que existam considero que nenhum seja tão importante como a saúde e a vida do ser humano ! De que nos adianta a electricidade ser mais barata para depois vivermos sobre um medo ?!
Além de tudo somos um pais pequeno e temos várias energias renováveis , se até agora conseguimos sobreviver sem a energia nuclear o porque de a instalarmos agora?! Não estou disposta a tantos riscos .

Geopalavras

unread,
Oct 7, 2013, 5:51:22 PM10/7/13
to geod...@googlegroups.com, dianacat...@gmail.com
Pensa assim: se tivermos produção de energia nuclear, importamos menos combustíveis fósseis, logo menos dinheiro o país gasta nas importações, logo menos impostos, logo mais dinheiro no bolso de cada um de nós (incluído os teus pais), logo mais dinheiro sobra para a tua mesada ou semanada, ou assim... logo poderás aumentar os teus gastos! Que tal? Fui suficientemente tentador?

marinhoa...@gmail.com

unread,
Oct 7, 2013, 6:25:18 PM10/7/13
to geod...@googlegroups.com, dianacat...@gmail.com

Eu também sou da opinião da Diana e concordo com tudo o que ela referiu, é verdade que uma central nuclear em Portugal poderia trazer muitos benefícios mas para mim os motivos contra pesam mais dos que a favor, e o que o professor referiu também é verdade mas não podemos ser egoístas ao ponto de nos esquecermos das pessoas que tem casas onde possivelmente será construída uma nuclear, essas de certeza que não vão gostar, de ter algo perto de si que lhes poderá fazer mal á saúde por consequência da poluição nuclear como já tivemos o exemplo em Tricastin.

veraso...@gmail.com

unread,
Oct 8, 2013, 12:56:08 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com
Eu  discordo com a Diana e com a Ana Marinho pois "nós" vivemos constantemente sobre o medo, pois Espanha tem uma central nuclear perto da fronteira e caso corra mal Portugal talvez será o mais afetado  daí eu pensar que Portugal também deveria construir uma central nuclear e tal como Espanha perto da fronteira, visto que Portugal só teria benefícios com essa construção .

pedro...@gmail.com

unread,
Oct 8, 2013, 2:54:37 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com
Eu concordo com o que a Vera referiu.. A energia nuclear apresenta riscos como já disseram anteriormente, nomeadamente para a saúde do ser humano. Mas vamos pensar em todos os factos principalmente na existência de uma central nuclear na fronteira de Espanha com Portugal. Se ocorrerem problemas na central em Espanha, Portugal de certeza que vai ser bastante afetado. Posto isto porque não arriscar numa central nuclear em Portugal já que nos trás benefícios como a diminuição do efeito de estufa, o pouco impacto sobre a biosfera, a diminuição dos combustíveis fosseis que vai contribuir para  a economia do país. E Portugal vai ficar mais uma vez "atrasado" em relação a outros países como sempre ficou? Porque não arriscar? Assim também teríamos mais prestigio como país desenvolvido. E ainda temos recursos minerais que facilitam a produção desta energia! A mim parece-me uma grande vantagem as centrais nucleares. Do meu ponto de vista a energia nuclear é uma energia eficiente tanto a nível económico como ambiental, pelas razões que referi no inicio. E friso isto, se ocorrer algum problema com a central nuclear de Espanha, Portugal será afetado, então porque não investir nesta energia ?

fili...@gmail.com

unread,
Oct 8, 2013, 2:57:58 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com
Sou contra a construção de centrais nucleares em Portugal, definitivamente. O nosso país é um grande apostador em energias renováveis e acho que é por aí que devemos continuar. É compreensível que, com a crise que estamos a atravessar, nos preocupemos acerca das questões económicas mas, muito sinceramente .. não será inquietante sobrepormos o dinheiro acima da nossa saúde ?

jojosi...@gmail.com

unread,
Oct 8, 2013, 5:24:43 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com
Portugal é dos países da Europa com o PIB mais baixo per capita e o que tem a energia mais cara da Europa. É necessário e urgente contrariar esta desigualdade, devendo ser Portugal a produzir a sua própria energia. Por isso sim, concordo com a central Nuclear em Portugal, claro que deveria ser feito um estudo cuidado antes, e quanto a qualificação da mao de obra poderia haver formações, e até ha portugueses no estrangeiro a trabalhar neste tipo de projetos, poderiam talvez regressar ao seu pais e começar a ajudar neste investimento...

Geopalavras

unread,
Oct 8, 2013, 6:05:13 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com, dianacat...@gmail.com, marinhoa...@gmail.com
Concordo com o que dizes e com as tua preocupações. Contudo o argumento de ter ou não uma central nuclear perto de casa, nos dias que correm, e perversamente, por até ser bom para muita gente que vê nela uma oportunidade de trabalho. Disparatado? Não sei...

Geopalavras

unread,
Oct 8, 2013, 6:10:06 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com, veraso...@gmail.com

Sim Vera, esse é um argumento de peso! De que nos adianta afirmar que não temos nuclear se do outro lado do rio há uma, da qual nada beneficiamos? Mas agora vê assim: Portugal promove-se "lá fora" por ser um país que, do ponto de vista ambiental, ainda se encontra mais ou menos preservado; esta nossa característica constitui-se, a par de outras, como chamariz para turistas estrangeiros (e até nacionais). Se junto à mata do camarido houvesse uma C. Nuclear, eu nunca na vida acamparia por ali perto!  

Geopalavras

unread,
Oct 8, 2013, 6:13:31 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com, fili...@gmail.com
Mas Filipa, sabemos bem que as energias alternativas não chegam para o nosso consumo e o que é certo que se importa milhões de euros em combustíveis fósseis que também poluem a "nossa saúde"! Uma central nuclear, à partida e se correr bem, não polui tanto.

Geopalavras

unread,
Oct 8, 2013, 6:19:02 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com, pedro...@gmail.com
Pois Pedro, o teu argumento (bem argumentado) vai de acordo com a opinião da Vera. Trata-se de uma questão de oportunidade energética; se o risco está instalado, porque não usufruir dele? Há no entanto uma imagem ambiental a preservar... Já agora, se pudesses decidir onde construir uma central, onde o farias?

Geopalavras

unread,
Oct 8, 2013, 6:23:03 PM10/8/13
to geod...@googlegroups.com, jojosi...@gmail.com

Por outras palavras José, uma central nuclear representa autonomia financeira, criação de empregos e um rejuvenescimento demográfico. Mas faço-te a mesma questão que fiz ao Pedro M. - se pusesses decidir, onde construías a central e porquê? 

henrim...@hotmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 11:00:01 AM10/9/13
to geod...@googlegroups.com

Na minha opinião , Portugal deveria apostar na construção de uma Central Nuclear , devido aos vários benefícios anteriormente referidos , pela Vera , pelo Pedro e não só . Não vejo o porquê de não corrermos o risco e de evoluirmos ! Já agora, no meu ponto de vista ao construir uma Central Nuclear , construía-se na zona interior do país . 

diogomor...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 11:58:31 AM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
A energia nuclear tem, como todas as outras fontes de energia, prós e contras. Na minha opinião, se se justificar a implementação de energia nuclear em Portugal, porque não ? Com certeza que pode causar "estragos" muito maiores do que se utilizássemos energia solar ou eólica, como a poluição da água que é utilizada para lavar os tanques da central e depois é devolvida ao mar mas por outro lado, também não cria efeito de estufa ! A ligação produção/economia é bem melhor para Portugal. Se formos sempre a pensar no ambiente, nunca irá conseguir progredir, ficando sempre com a mentalidade retrógada que está implementada nesta sociedade e que depois se queixa dos políticos (?) por não andarmos para a frente como a Alemanha e a maior parte dos países da Europa Central, quase todos com energia nuclear.E quanto ao medo que a sociedade tem dos perigos nucleares, não se preocupem pois a nossa vizinha Espanha tem um central nuclear e se um dia houver problemas, Portugal levara também com eles.
Por isso, concordo com a implementação da energia nuclear, até haver outra energia mais completa... Penso que não vai ser o ambiente que nos vai ajudar a crescer, para sempre...

Diana Teixeira

unread,
Oct 9, 2013, 12:52:43 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
Talvez o professor considere uma proposta tentadora devido '"as nossas " mentes e quando digo nossas estou a referir-me á população atual que está apenas focada no ponto econômico . Por mais propostas e vantagens que me apresentem a minha opinião será sempre a mesma a nossa vida/saúde está sempre em primeiro lugar e como é óbvio se algo corre mal na central nuclear os riscos são muitos tanto para nós residentes do pais como para os nossos "vizinhos" . Mas ,também sem esquecer claro o ambiente , usufruímos muito dele portanto também devemos de ser os primeiros a cuidar dele !

Diana Teixeira

unread,
Oct 9, 2013, 12:52:45 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
Message has been deleted

dianap...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 3:29:27 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
Eu concordo com o que algumas das minhas colegas disseram.
Existem vários métodos de obter energia.
É demasiado arriscado criar uma central nuclear, existem muitas consequências e no meu ponto de vista são em maior quantidade do que os benefícios.

dianap...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 3:34:33 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
É demasiado arriscado ter uma central nuclear. De que nos vale a energia se a qualquer momento pode haver um acidente e consequentemente não usufruirmos dela?

dianap...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 3:34:33 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com

pedro.ca...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 4:03:16 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com

Eu concordo com algumas opiniões aqui formuladas pois penso que Portugal deveria aderir à Energia Nuclear devido ao facto que é uma das energias mais limpas que existem e também uma das mais rentáveis, ajudando ao facto que o nosso país possui urânio logo os custos de produção seriam praticamente nulos. Se fosse devidamente gerida provavelmente dava para a nossa subsistência sem a necessidade de usar outros tipos de energia, e quem sabe se não dava ainda para exportar. Também existiam benefícios com a criação de empregos e ajudava no combate à litorização pois uma central nuclear (ou várias) deviam ser construídas no interior no país devido ao facto que as centrais nucleares são uma forma de poluição visual podendo assim ao mesmo tempo "esconde-las" dos turistas já que a zona interior é uma zona em que quase não há turismo.

Quanto à questão da segurança devíamos arriscar porque tal como várias pessoas referiram, Espanha tem centrais nucleares nas imediações da nossa fronteira portanto se acontecer algo de grave, nós também arcaremos com as consequências sendo por isso um risco que devíamos estar dispostos a correr. É claro que quando pensamos em energia nuclear pensamos logo em Chernobyl, mas esse foi um caso único em que a negligência humana foi a causa dessa horrorosa catástrofe.

Portanto concluindo penso que devíamos aceitar a energia nuclear no nosso país embora com algumas precauções.

Pedro Carvalho 11ºD

zelop...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 4:12:43 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com

Na minha opinião, devemos apostar na construção de centrais nucleares em Portugal, porque , apesar de reconhecer que existem várias desvantagens à utilização desta energia, são mais as beneces da utilização da mesma. Se pensarmos coerentemente , o país geograficamente mais próximo de nós, o nosso vizinho Espanha, tem uma central nuclear bem perto da fronteira logo , em caso de acidente nuclear, uma grande parte de nós sofrerá os efeitos. Vou-me focar essencialmente em vantagens das centrais nucleares em diferentes ambitos: Economicamente, caso usemos a energia nuclear, as importações diminuirão siginificativamente, o que só por si, significa menos dinheiro gasto, logo ; ecologicamente, esta energia não contribui para o efeito de estufa e não polui o ar com gases como o de enxofre ou o nitrogénio. Por fim, paisagisticamente, as centrais não utilizam grandes porções de terreno, devido ao facto de estas centrais necessitarem de pequenos espaços para instalações. São muitas as vantagens ....

fili...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 4:25:18 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
Mesmo assim stôr, continuo a partilhar da mesma opinião que referi anteriormente. Quanto não vale viver sem medo?! Os benefícios podem ser muitos mas tal como já outros disseram, as consequências são, a meu ver, em muito maior quantidade e por mim, esses não são riscos que eu estaria disposta a correr ..

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:04:22 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, henrim...@hotmail.com
E lá se vai a nossa imagem turística... se calhar era interessante convencer Espanha a fechar as sua centrais e fazê-los entender que o caminho deverá ser o das energias alternativas, ou enraizar novos hábitos menos consumistas na população, que levem a uma menor dependência energética. Quanto à construção da hipotética Central. Não entendi? O interior de Portugal Continental vai de Chaves a Beja...

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:10:26 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, diogomor...@gmail.com
Pois é Diogo, pois é! O Japão também andou para a frente e deu no que deu. Quanto ao ambiente, acho que deve ser sempre o ponto de partida destas decisões. Esquecê-lo corresponde a desprezarmos a nossa própria essência! Não obstante, gosto do teu discurso ultra-pragmático e, na minha opinião, veloz em demasia (não és o único).  

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:16:28 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
Portanto Diana, o teu ponto de partida é o ambiente! Certo. Mas agora olha bem à tua volta, pensa naquilo que fazes diariamente, e diz-nos se estás em consonância com o ambiente. Se me disseres sim, assunto arrumado e congratulo-te pelo teu ponto de vista, caso contrário...

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:21:43 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, dianap...@gmail.com
Conclusão Diana, mantemos a importação de energias fósseis? A poluição por elas causada na produção de energia eléctrica é um mal inferior ao risco de uma central nuclear? Depreendo, pelo que escreveste, que devemos então apostar nas E. alternativas e talvez mudar os nossos hábitos hiper ávidos de energia... pois caso contrário. Estarias disposta a isso, consumir menos energia do que a consomes? Aplica esta fórmula ao teu quotidiano.

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:26:56 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, pedro.ca...@gmail.com
Muito bem Pedro! Lançaste algumas ideias novas para o debate; segundo a tua perspectiva:

  • As centrais permitem combater a litoralização (se forem construídas no interior);
  • A questão do turismo não se coloca, dado que o turismo incide mais no litoral;
  • Temos urânio que permite produzir E. Nuclear que até pode ser exportada.
Alguém quer refutar o Pedro?

angela9...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 6:38:04 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com

Eu também sou contra a energia nuclear em Portugal. Tal como alguns dos meus colegas referiram, apesar de esta energia nos poder trazer benefícios a nível económico é muito prejudicial para a saúde das populações em caso de acidente, pois as suas consequências iriam-se fazer sentir durante vários anos. Espanha tem uma central nuclear e não é por isso que a sua economia está melhor do que a nossa. Na minha opinião construir uma central nuclear no nosso pais era como criar uma "bomba atómica" sem relógio!

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:38:25 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, zelop...@gmail.com
As centrais nucleares espanholas podem ser vistas neste mapa.

Já entendi bem a tua posição José. E, já agora, onde construías a Central?
 

Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:40:20 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, fili...@gmail.com
A sério Filipa? Mesmo depois de quase toda a turma (participante) se ter mostrado a favor e com argumento ultra energético-económicos-criação de emprego?


Geopalavras

unread,
Oct 9, 2013, 6:44:40 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com, angela9...@gmail.com
Ou seja, com uma C.N. não podemos dormir descansados!

De facto Ângela, Espanha tem várias centrais e mesmo assim não chega para o seu consumo energético. Se calhar, lá como cá, temos de nos adaptar a um menor gasto de energia, e isso vai levar a mudar muita coisa!

pedro...@gmail.com

unread,
Oct 9, 2013, 6:59:52 PM10/9/13
to geod...@googlegroups.com
Talvez construisse a central no interior do país que é onde se registam os valores mais baixo de população e numa àrea mais ou menos distante de casas e campos de cultivo de modo a não poluir as àguas e evitar doenças devido a isso.

dianap...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 3:13:56 AM10/10/13
to geod...@googlegroups.com
A verdade é que a energia nos faz falta, mas vivemos todo este tempo sem ter uma central nuclear.
Se pensamos em investir dinheiro numa central nuclear porque não pensamos em investir o mesmo na exploração de petróleo na ZEE?
Message has been deleted

zelop...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 5:55:45 AM10/10/13
to geod...@googlegroups.com, zelop...@gmail.com
Com certeza, construiria centrais num local onde a energia nuclear pudesse visar um grande parte da população. E só para que conste o meu comentário é o do e-mail (zelop...@gmail.com), o comentário que tem aí do mail jojosi...@gmail.com é da Joana e não meu.
 

anafilipa...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 10:53:45 AM10/10/13
to geod...@googlegroups.com

Na minha opinião , eu acho que  em Portugal não deveriam de existir centrais nucleares , porque com a sua existência é mais provável de existirem elevados níveis de poluição , que traria como consequência problemas de saúde , entre outros .

    Tal como disse a Ângela , "Construir uma central nuclear no nosso pais era como criar uma "bomba atómica" sem relógio" , e como exemplo disso temos o caso ocorrido na China , mais propiamente na central nuclear de Fukshima . Este incidente ocorreu devido a uma série de falhas de equipamentos , que foi provocada por um sismo. Imaginem agora se isso acontece-se em Portugal ... seria uma autentica  catástrofe !
   Por isso , eu acho , que apesar de trazer vários benefícios á nossa economia , a construção de uma central nuclear em Portugal não seria uma boa alternativa .
 
 
 
Ana pinto 11ºD Nº3

henrim...@hotmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 1:53:43 PM10/10/13
to geod...@googlegroups.com, anafilipa...@gmail.com
- Atualmente em Portugal , um dos assuntos mais falados e que mais preocupação gera à volta das famílias portuguesas é o desemprego . Neste momento , Portugal apresenta uma percentagem de 14,9% da população desempregada , equivalente a (segundo dados de:http://economico.sapo.pt/noticias/desemprego-em-portugal-dispara-para-recorde-de-149_144671.html) 819,300 mil pessoas . Se investíssemos na construção de Centrais Nucleares , aumentariam os postos de trabalho , quer na construção da própria , quer na exploração mineira do urânio , e de forma consequente diminuiria a taxa de desemprego , logo mais famílias com emprego e dinheiro para sustentar a sua devida família !

veraso...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 2:22:43 PM10/10/13
to geod...@googlegroups.com
Acho que algumas pessoas estão muito preocupadas com ambiente, concordo que uma central nuclear pode trazer muitos problemas mas isso  só acontece se não tivermos os cuidados necessários, por isso continuo a concordar com a ideia de que se os outros podem ter uma central nuclear,  porque é que Portugal não pode ter? A resposta é que porque Portugal tem medo de arriscar. É por causa destas resposta que Portugal está "retardado em tudo" ou porque tem medo de arriscar ou porque não tem possibilidades economias para o fazer ( ou não quer ter possibilidades economias).

César Costa

unread,
Oct 10, 2013, 2:28:50 PM10/10/13
to geod...@googlegroups.com
Não li os comentários de todos, mas daqueles que li apenas concordo com a Diana Teixeira, com a Filipa, e obviamente com quem partilha da mesma opinião... Acho que a energia nuclear nos traria muitos benefícios a nível económico, mas também acho que nenhum argumento é mais válido que o da nossa saúde! Com certeza que nenhum de nós gostaria de viver com o medo de sermos afetados por uma explosão nuclear, como já a Diana Teixeira referiu. Posto isto, acho óbvia a minha posição: "Não ao nuclear."

dianap...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 3:15:57 PM10/10/13
to geod...@googlegroups.com
A verdade é que a central ia aumentar os postos de trabalho, mas vale a pena um emprego onde vivemos constantemente no perigo? Onde as famílias vivem sobre o medo?
Trabalhar com energia nuclear não é uma brincadeira, e na minha opinião são precisas formações, pois não acredito que qualquer um saiba lidar com isso.

ceco...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 3:23:20 PM10/10/13
to geod...@googlegroups.com
Concordo plenamente contigo Diana Pinto, é que para além de os trabalhadores todos os dias arriscarem as suas vidas, e deixarem as suas famílias a viver com o medo de os perder, mesmo aqueles que estão fora dessa situação, ou seja, os restantes habitantes do país, viveriam com o medo de serem também afetados devido a algum imprevisto que possa acontecer.

bsou...@gmail.com

unread,
Oct 10, 2013, 4:44:25 PM10/10/13
to geod...@googlegroups.com