SOA e a crise econômica

0 visualização
Pular para a primeira mensagem não lida

Leandro Daniel

não lida,
18 de jan. de 2009 16:25:4018/01/2009
para .Net Architects
Acredito que a grande maioria já deva ter lido sobre a morte de SOA
(http://apsblog.burtongroup.com/2009/01/soa-is-dead-long-live-
services.html) preconizada para este ano com o advento da crise
econômica. Muito foi comentado a respeito, contudo gostaria de saber o
que os colegas pensam sobre isso.

Pode uma arquitetura dita "evolucionária" (inclusive pela própria
Microsoft) em tão pouco tempo ser declarada como morta? Não é
incongruente dizer que novas plataformas, arquiteturas e soluções
rapidamente tomarão o mercado (S+S, cloud computing, por exemplo), mas
como as empresas que investiram numa arquitetura orientada a serviços
podem reaver os investimentos uma vez que essa abordagem requer tanto
esforço e preparação? O quanto desse cenário atual foi consequência do
baixo conhecimento técnico e do forte apelo comercial para a
implementação de SOA como forma de retorno a longo prazo?

Abraços,

Leandro Daniel

Giovanni Bassi

não lida,
18 de jan. de 2009 20:56:2218/01/2009
para dotnetar...@googlegroups.com
Leandro,

Legal você trazer esse assunto.
Vi uma palestra, no lançamento do portal InfoQ no Brasil, onde o Alexandre Gomes, consultor expert em SOA (além de Java) apresentou a palestra Guerrilha SOA (vocês podem ver os excelentes slides da apresentação do Alexandre no blog dele).
Ele deixou uma coisa muito clara, e que não vou me esquecer: a Microsoft, a Oracle, a BEA (agora Oracle), e muitos outras empresas, entre elas muitas que não são de TI, investiram muito dinheiro em SOA. E nenhuma delas vai abandonar o barco esse até o retorno acontecer. As empresas de TI criaram ou investiram mais ainda em ferramentas específicas para integrar serviços baseados em SOA (Biztalk, Weblogic, etc), e elas precisam agora fazer isso acontecer, as empresas precisam comprar para o retorno se realizar.
Já as empresas que não são de TI, que estão consumindo SOA, precisam provar que o investimento foi bem feito. Um diretor que apostou na tecnlogia não vai colocar sua cabeça a premio e abandonar o investimento, ele vai querer mostrar que o dinheiro foi bem investido.
Só isso eu acho que é motivo suficiente para assumir que SOA não morreu.
Talvez o investimento em ferramentas de integração, muitas vezes desnecessário tenha desacelarado. Mas isso não quer dizer nada, o mundo inteiro desacelerou.

Além disso, o conceito de SOA é muito poderoso, e não vai ser abandonado. Talvez o que vejamos agora seja a adoção mais conciente do conceito. Deve ter chegado a época da maturidade. De buzzword, passou a um conceito maduro, a ser avaliado ao lado de tantos outros.

Em tempo: O Otávio Coelho, arquiteto da Microsoft, também comentou sobre o assunto no seu último post. Ele confirma o que estou dizendo: estamos na época do amadurecimento.

[]'s

Giovanni Bassi
Arquiteto de software
http://unplugged.giggio.net



2009/1/18 Leandro Daniel <m...@leandrodaniel.com>

Andre Nobre

não lida,
18 de jan. de 2009 21:13:0318/01/2009
para dotnetar...@googlegroups.com
Olá Leandro,
assim como já dito, acredito que este momento é fundamental para a consolidação de SOA, ao invés de sua "morte". Toda "grande inovação" passa por momentos de provação depois da empolgação, e este é o momento de SOA.
 
Abraços.
--
André Nobre

2009/1/18 Giovanni Bassi <gig...@giggio.net>

Emmanuel G. Brandão

não lida,
19 de jan. de 2009 07:08:3919/01/2009
para dotnetar...@googlegroups.com
Pessoal,
 
Não entendo como foi decretada a morte da SOA, se temos SOA rodando em um monte de lugares: a plataforma da Sales Force é uma plataforma SOA, o Windows Azure é SOA, etc...
Acho que o que esta acontece é que a sigla SOA foi encapsulada em várias coisas, já virou lugar comum.
Hoje a informática vive a integração, e não existe integração sem SOA, sem serviços, etc...
2009/1/18 Andre Nobre <andre...@gmail.com>

tucaz

não lida,
19 de jan. de 2009 12:05:1319/01/2009
para .Net Architects
Acredito que SOA nunca foi novidade. Desde o momento que surgiu HTTP e
SOAP podemos dizer que tinhamos SOA, só que sem esse monte de
acessórios. Sempre achei que o nome SOA é super valorizado quando na
verdade não é nada revolucionário.

Att.,
Antonio Carlos Zegunis Filho
http://blog.tucaz.net

On 19 jan, 10:08, Emmanuel G. Brandão <egomesbran...@gmail.com> wrote:
> Pessoal,
>
> Não entendo como foi decretada a morte da SOA, se temos SOA rodando em um
> monte de lugares: a plataforma da Sales Force é uma plataforma SOA, o
> Windows Azure é SOA, etc...
> Acho que o que esta acontece é que a sigla SOA foi encapsulada em várias
> coisas, já virou lugar comum.
> Hoje a informática vive a integração, e não existe integração sem SOA, sem
> serviços, etc...
>
> Brandão, Emmanuel G.
> MSN: egomesbran...@hotmail.comhttp://egomesbrandao.googlepages.comhttp://egomesbrandao.blogspot.com
>
> 2009/1/18 Andre Nobre <andrevno...@gmail.com>
>
> > Olá Leandro,
> > assim como já dito, acredito que este momento é fundamental para a
> > consolidação de SOA, ao invés de sua "morte". Toda "grande inovação" passa
> > por momentos de provação depois da empolgação, e este é o momento de SOA.
>
> > Abraços.
> > --
> > *André Nobre*
>
> > 2009/1/18 Giovanni Bassi <gig...@giggio.net>
>
> > Leandro,
>
> >> Legal você trazer esse assunto.
> >> Vi uma palestra, no lançamento do portal InfoQ no Brasil<http://www.infoq.com/br>,
> >> onde o Alexandre Gomes, consultor expert em SOA (além de Java) apresentou a
> >> palestra Guerrilha SOA (vocês podem ver os excelentes slides da apresentação
> >> do Alexandre no blog dele<http://blog.seatecnologia.com.br/articles/2008/11/04/soa-na-infoq>
> >> ).
> >> Ele deixou uma coisa muito clara, e que não vou me esquecer: a Microsoft,
> >> a Oracle, a BEA (agora Oracle), e muitos outras empresas, entre elas muitas
> >> que não são de TI, investiram muito dinheiro em SOA. E nenhuma delas vai
> >> abandonar o barco esse até o retorno acontecer. As empresas de TI criaram ou
> >> investiram mais ainda em ferramentas específicas para integrar serviços
> >> baseados em SOA (Biztalk, Weblogic, etc), e elas precisam agora fazer isso
> >> acontecer, as empresas precisam comprar para o retorno se realizar.
> >> Já as empresas que não são de TI, que estão consumindo SOA, precisam
> >> provar que o investimento foi bem feito. Um diretor que apostou na tecnlogia
> >> não vai colocar sua cabeça a premio e abandonar o investimento, ele vai
> >> querer mostrar que o dinheiro foi bem investido.
> >> Só isso eu acho que é motivo suficiente para assumir que SOA não morreu.
> >> Talvez o investimento em ferramentas de integração, muitas vezes
> >> desnecessário tenha desacelarado. Mas isso não quer dizer nada, o mundo
> >> inteiro desacelerou.
>
> >> Além disso, o conceito de SOA é muito poderoso, e não vai ser abandonado.
> >> Talvez o que vejamos agora seja a adoção mais conciente do conceito. Deve
> >> ter chegado a época da maturidade. De buzzword, passou a um conceito maduro,
> >> a ser avaliado ao lado de tantos outros.
>
> >> Em tempo: O Otávio Coelho, arquiteto da Microsoft, também comentou sobre o
> >> assunto no seu último post<http://blogs.msdn.com/otavio/archive/2009/01/17/morte-da-soa.aspx>.

Leandro Daniel

não lida,
19 de jan. de 2009 21:36:0919/01/2009
para dotnetar...@googlegroups.com

Giovanni,

 

Também acho exagerado dizer que SOA morrerá, houve uma discussão no InfoQ sobre esse tema, com muitas opiniões. Investiu-se bastante nesse tipo de arquitetura, teve muitas empresas, inclusive, que nasceram por causa disso. Talvez o que pode acabar acontecendo é que SOA seja vista daqui alguns anos como o padrão arquitetural “ponte” para as abordagens emergentes como cloud computing e S+S (bem, não é tão emergente assim, mas está em voga agora).

 

Esse período de desaceleração dos investimentos cria um cenário favorável para a cloud computing baseando-se no fato que ela promete ser acessível financeiramente (vamos ter que esperar para ver se será mesmo). Lembro-me que vendedores de SOA também utilizaram este argumento, uma vez que a disponibilização dos serviços daria agilidade para uma empresa compor novos sistemas. Aliás, esse apelo foi muito explorado comercialmente, só que ninguém lembrava para o cliente que o sucesso na implementação estava principalmente na identificação dos serviços e menos na tecnologia utilizada.

 

Enfim, SOA sempre fez muito sentido para mim, concordo integralmente com você sobre a adoção com mais maturidade, principalmente agora que passamos pelas “ondas” geradas a partir da crise econômica. É um grande desafio!

 

Abraços,

 

Leandro Daniel



 

__________ Informação do ESET Smart Security, versão da vacina 3774 (20090117) __________

 

A mensagem foi verificada pelo ESET Smart Security.

 

http://www.eset.com

 

__________ Informação do ESET Smart Security, versão da vacina 3779 (20090119) __________

 

A mensagem foi verificada pelo ESET Smart Security.

 

http://www.eset.com

Responder a todos
Responder ao autor
Encaminhar
0 nova mensagem