O QUE É SER UM KODANSHA?

1212 views
Skip to first unread message

Jose Fernandes

unread,
Mar 2, 2010, 2:13:41 PM3/2/10
to Danys Queiroz, judo queiroz, associacao-...@googlegroups.com, judo...@googlegroups.com
http://www.judopaulista.net/2010_ichikawa_reflexao_analise.pdf

                                     JUDOPAULISTA
                                   Reflexão e Análise
                          KODANSHA - PÓS GRADUADOS DE JUDÔ
I – O QUE É PÓS GRADUAÇÃO?
     Pós Graduação é o APERFEIÇOAMENTO do indivíduo dentro da sua área de atuação.
     Uma pessoa pós-graduada se preparou estudando, pesquisando e principalmente se
esforçando para merecer esse título.
      Dentre as atividades dos pós-graduados estão as pesquisas, o desenvolvimento e a
disseminação dos seus conhecimentos.
II – O QUE É SER UM KODANSHA?
     Ser kodansha é ter um nível de pós-graduação dentro do judô. Dado notório
conhecimento técnico, filosófico e moral. Portanto é a imagem de uma grande fonte de
conhecimentos, ele deve ter a última palavra, o porto seguro e, para isso, sua liderança deve
ser estabelecida naturalmente pelo seu carisma e sabedoria, conquistando assim o respeito
e admiração de todos.
     É considerado mestre (shihan) porque detém maior conhecimento técnico, dispondo de
imagem inabalável, dada sua conduta impecável perante a sociedade. É símbolo de
dedicação, persistência, caráter, honra, honestidade e sabedoria.
     Deve ser o modelo a ser seguido, já que sua posição é de perpetuador dos ensinamentos
do mestre Jigoro Kano e representante da kodokan.
SER REPRESENTANTE DA KODOKAN É FAZER PARTE DO CONSTANTE
APERFEIÇOAMENTO DO JUDÔ IDEALIZADO PELO MESTRE. TEM COMO PAPEL,
PERPETUAR OS ENSINAMENTOS ATRAVÉS DA FORMAÇÃO DE SEUS DISCÍPULOS.
     JIGORO KANO, ao observar os primeiros alunos promovidos à 6o Dan, notou um
diferencial muito grande em relação aos demais praticantes: nas atitudes, no
comportamento, na formação moral, no domínio dos conhecimentos e na pedagogia.
     Ele disse: “estou criando a categoria denominada de kodansha de 6o a 10o dan, e estes
devem ESTUDAR e PESQUISAR cada vez mais, aperfeiçoar e aprofundar nos
conhecimentos culturais, intelectuais globalizados voltados a interação do judô com a
sociedade, ISTO É FILOOSOFIA DE JUDÔ”.
     Os judokas com essa formação terão a denominação de SHIHAN.
     Portanto, os kodanshas são considerados PESQUISADORES E PROFESSORES, e
devem agir como tal. Buscando sempre mais sabedoria e aperfeiçoamento.
     Mesmo atingindo um alto grau de aperfeiçoamento dentro do judô, o kodansha
permanece em constante aprendizado.
III – O QUE SE ESPERA DE UM KODANSHA?
1 – Deve ser atuante no que se refere a treinamentos e aulas;
2 - Passar adiante os seus conhecimentos e experiência de vida;
3 – Demonstrar e ensinar técnicas de forma correta com atenção aos detalhes, inclusive
conhecendo os porquês de cada um dos movimentos, histórias e conceitos fisiológicos;
4 – Formar seus próprios faixas pretas;
5 – Têm a obrigação de formar ao menos um atleta, desde sua iniciação até um nível
elevado.
6 – Deve ser uma referência para menos graduados, por isso deve possuir conhecimento
geral capaz de, por exemplo:
6.a) Explicar coisas básicas, como o significado da palavra KODAN SHA.
“Durante a uma palestra na FPJ, com participação de mais de 60 kodanshas, pedi para que
os mesmos definissem a palavra kodansha. Qual foi a minha surpresa? Odesconhecimento
geral, inclusive dos 8o dan. Isto é preocupante, são kodanshas e não sabem o significado do
seu título.
6.b) Demonstrar a maioria absoluta das técnicas (inclusive Katas) e o completo
conhecimento da filosofia e normas do judô.
“Durante a padronização notamos a dificuldade destes kodanshas, em identificar a
diferenciação entre as técnicas: sassae-tsuri-komi-ashi e okuri-ashi-harai, de-ashi-harai e
kosoto gari.”
6.c) Ministrar cursos e palestra sobre judô em todas as suas formas.
“Solicitei um rodízio entre os integrantes que compõem a equipe da banca examinadora em
exames de graduação, apenas 2 se manifestaram, os demais declararam despreparados
para ministrar uma palestra aos candidatos promovidos.”
6.d) Publicar artigos sobre o Judô em geral.
6.e) Organizar eventos.
 Todos esperam que os kodanshas sirvam de exemplo, sejam conselheiros e grande
conhecedores do judô, podendo assim contribuir de maneira efetiva na perpetuação do
conhecimento, tanto técnico, como teórico e filosófico.
IV – PAPÉIS PRINCIPAIS DOS KODANSHAS.
1 - Como shihan
    Todo Kodansha deve ser atuante no que se refere a treinamentos e aulas. Uma das mais
importantes funções do Pós–Graduado é sem dúvida, passar adiante os seus
conhecimentos e experiências de vida. Sendo assim, o Kodansha deve ser um professor
responsável, ou orientador ou simplesmente comandar treinamentos mesmo que
esporadicamente.
    O Kodansha deve saber demonstrar e ensinar técnicas e katas de forma correta e com
atenção aos detalhes, inclusive conhecendo os porquês de cada um dos movimentos,
histórias, conceitos fisiológicos, etc.
    O Kodansha deve formar seus próprios faixas pretos, evitando assim o recrutamento de
atletas de outros professores. Um kodansha tem a obrigação de formar ao menos um atleta,
desde sua iniciação até um nível mais elevado (acima de San Dan).
2 – Como técnico
    O kodansha deve ser capaz de planejar e obviamente ministrar treinamentos em
qualquer nível, inclusive em alto nível como de seleções estaduais e nacionais.
    O kodansha deve ter uma equipe competitiva e participativa, demonstrando quantidade e
qualidade dos seus alunos.
3 - Como pessoa
    Todo kodansha deve ter consciência da importância do curso superior para essa
graduação. Ao contrário de antigamente, hoje os cursos de graduação (Educação Física,
Direito, Economia, Administração) estão muito mais acessíveis. O estudo é fundamental
para qualificar o técnico mesmo este sendo um professor esportivo.
    É papel de o técnico incentivar os atletas a estudarem tanto quanto treinar, e nada mais
apropriado do que o técnico ser o exemplo.
    Deve dar exemplo de boa conduta: não fumar ou beber diante dos alunos, principalmente
durante os eventos.
    “Já presenciei professor kodansha de kimono saindo do local de competição com seus
alunos (crianças) com lata de cerveja”.
    É comum observar nas lanchonetes dos ginásios onde estão sendo realizados torneios e
campeonatos kodanshas com a mesa cheia de lata ou garrafa de cervejas, rindo e falando
alto.
    Como um kodansha pode falar de bons hábitos se ele bebe, fuma ou tem outros vícios?
    Também é muito importante o Kodansha se apresentar de maneira apropriada, manter a
barba e cabelos bem aparados e o kimono limpo, alinhado e sóbrio.
    Em encontros de professores podemos notar kodanshas de kimono desbotado, com a
calça comprida arrastando no tatami, Uwagui pequeno com todo abdômen saliente de fora.
Professores com graduação de 8o dan de kimono azul escrito das costas “técnico”, 9o dan
com kimono parecendo de um lutador de jujitsu com vários emblemas.
4- Como orientador
    É muito importante para o Kodansha ter conhecimento sobre alimentação, da psicologia
aplicada, sobre o relacionamento familiar, da pedagogia, da educação e obrigações no lar,
enfim, o seu papel de judoista junto a sua comunidade também é de orientar os seus alunos,
não só sobre o judô.
V – PROMOÇÃO PARA KODANSHAS
    Dito os principais papeis do kodanshas, fica mais fácil saber quem estaria ou não apto de
se tornar um. Vimos que as obrigações deles não se restringem ao judô, existe ainda uma
parte muito importante na formação de um judoka.
    Com tantas qualidades e qualificações a serem exploradas, pesquisadas e aperfeiçoadas
pelos kodanshas, muitos se concentram apenas nas questões mais convenientes ou que
já possuem certa facilidade em realizar. Ser apenas um excelente árbitro (além de que
alguns atuam como árbitro, mais interessados na gratificação e marcar presença para
quando cumprirem carência ter direito a promoção) ou ser muito bom em katas, ou só dar
cursos teóricos, não qualifica ninguém a ser um kodansha. O kodansha deve estar
preparado para ser questionado nas diversas áreas de um esporte tão complexo.
    Como podemos perceber claramente, são poucos os que conseguem atender as
expectativas da graduação. Por isso, para serem promovidos, pedem a amigos para fazer
sua indicação. Também há aqueles que pressionam o seu professor ou delegado regional e
até mesmo o presidente de Federação, que muitas vezes, para mostrar o seu prestígio,
acabam atendendo as solicitações. Muitos são os casos das autoridades que ficam em
situação delicada, pois mesmo sabendo da fraca atuação se sentem obrigados a promover
por motivo pessoal, político, etc.
   É desejável que todos cumpram com suas responsabilidades para assim terem seus
nomes reconhecidos e indicados por merecimento. Dessa maneira o promovido poderá
ostentar com orgulho a faixa e será respeitado e admirado pelos demais judokas.
   É preciso que algo seja feito agora. O problema da qualificação dos kodanshas é uma
bola de neve. Os kodanshas estão cada vez menos preparados e serão esses que
ensinarão e julgarão a próxima geração, e assim sucessivamente. Estamos deixando
acontecer com o judô o mesmo que acontece com o ensino nas escolas públicas, de tempos
em tempos o nível do corpo docente cai, consequentemente os alunos saem das escolas
despreparados, sem conhecimento, disciplina ou respeito, enfim, sem conhecer os valores
importante na formação do homem.
   O kodansha deve realizar bem o seu papel para assim merecer a admiração dos outros
professores e consequentemente o reconhecimento, manifestado através de uma indicação
à promoção. Por outro lado, existem argumentos que não devem ser usados de forma
alguma por professores para justificar uma promoção, por exemplo:
   a. CUMPRIMENTO DE CARÊNCIA - “Cumpri a carência, tenho direito à promoção
       porque sempre colaborei como árbitro.”
Carência é muito importante sem dúvida, não se pode promover antes de um tempo mínimo.
Mas, mais importante do que cumprir a carência é ver o que foi feito durante esses anos,
somente atuar como árbitro é muito pouco.
    b. PORQUE O PROFESSOR TAL FOI PROMOVIDO – “Eu mereço também”
Cada trabalho é diferente e devem ser analisados de forma distintas, sendo assim, o fato de
um professor com a mesma idade e mesma graduação ser promovido, não credenciam os
demais.
    c. PORQUE SOU MAIS ANTIGO E SEMPRE COLABOREI – “Sou mais velho do que
        ele, quando eu era Go-Dan ele era Ni-Dan”
Existem milhares de casos, não só no judô, que o mais novo supera o mais velho. Às vezes
isso acontece pelo fato do mais novo ser extremamente competente, ou por acomodação do
mais velhos. A hierarquia da idade deve sempre ser respeitada, assim como deve ser
respeitado o bom trabalho e a competência.
    d. PORQUE QUANDO COMPETIDOR GANHEI DESTE E DAQUELE – “eu ganhei de
        fulano quando competia”
Estamos falando de kodansha, pessoas pós-graduadas, sem dúvida a parte competitiva faz
parte, mas dentro de um esporte tão complexo e rico como o judô, isso é apenas uma
pequena parte.
    e. PORQUE SOU MUITO BOM NISSO – “eu sou o melhor dentro desta área”
O kodansha não pode ser bom em apenas uma coisa, não pode ser apenas um excelente
árbitro, ou ótimo no kata, ele deve ser polivalente, pois é isso que os kohais esperam deles.
O kodansha deve ser uma referência nos mais diversos assuntos que envolvem o judô.
VI – VALORIZAÇÃO DA CLASSE DOS KODANSHAS
    Quanto mais qualificados forem os Kodanshas, mais valorizada será sua classe.
    Antes de pedir ou exigir promoções, faça uma auto-avaliação e veja se está dentro do
que se espera de uma pessoa de grau superior.
    E depois que conseguir a promoção, nunca deixe ostentar sua graduação. Alguns temem
aparecer em encontros de professores utilizando sua graduação e serem questionados e
não saberem a resposta.
    A classe dos Kodanshas não podem passar pela humilhação de comentários como:
    “Promoção para kodansha? Nem pensar, depois da promoção de uns aí não quero.
    “O cara não sabe nada e é kodansha”.
    “Para ser promovido é só ter dinheiro”.
     “Eu sei muito mais que alguns kodanshas por aí”
    Entre outros
    Acho que chegou a hora de todos fazerem uma reflexão, deixar de lado qualquer tipo de
vaidade ou interesse pessoal em busca do verdadeiro objetivo do Judô.
VII – PAPEL DAS FEDERAÇÕES E CONFEDERAÇÕES
    Todos têm uma parcela de culpa no que se refere à diminuição da qualidade dos
Kodanshas. Desde o candidato que almeja uma promoção sem se preocupar em estar
preparado, passando pelas pessoas que fazem um “favor” em indicá-lo, até chegarmos em
quem aprova esse candidato.
     Analisando essa situação podemos dizer que:
    a. O candidato pode almejar a graduação mesmo não sendo qualificado;
    b. Os conhecidos podem indicá-lo por algum motivo;
    c. As autoridades devem impedir que esse candidato seja promovido;
    É evidente que a responsabilidade maior é de quem tem o poder maior. A FPJ e a CBJ
devem criar os mecanismos para que somente quem estiver preparado para maiores
graduações sejam promovidos.
    Isso não significa que teremos menos kodanshas, o intuito não é dificultar para o
candidato, muito pelo contrário, é criar oportunidades para que eles cresçam dentro do
judô e se qualifiquem para a promoção.
    Por exemplo, 80% de tudo que falamos que um kodansha precisa ter ou conhecer, pode
ser adquirido através de cursos ou palestras. Isso significa que, se uma Federação organiza
eventos de reciclagem para os kodanshas, estes estariam muito mais perto do que
esperamos de um pós graduado.
    Mesmo a CBJ ser o órgão máximo do judô brasileiro e ter a autoridade de promover os
kodanshas, deve se preocupar em preservar sua imagem. Para isso deve trabalhar em
conjunto com a Comissão de Graus, tornando essa sua parceira. A Comissão deve ter
autonomia de filtrar os candidatos à promoção, mas trabalhando a favor dos interesses da
CBJ.
Em breve novos assuntos a serem discutidos.
                                                                 Oswaldo Ichikawa – 8o Dan
                                     www.judopaulista.net

Alcemir R. Santos

unread,
Mar 2, 2010, 4:48:54 PM3/2/10
to associacao-...@googlegroups.com
Parabéns ao Shihan Ichikawa!
Falou muito, bonito e correto.

Taí um ótimo tema a ser discutido aqui. Ao meu ver, promoção deve ser criteriosa mesmo (não que a daqui do Piauí não seja), somente desta forma será possível saber quem está realmente preparado para sustentar dada graduação. E não só para KODANSHA, isto deve ocorrer, pelo menos ao meu ver, ao olhar-se para todas as graduações, sem exceção.

Vamo lá pessoal, são cerca de 80 participantes neste grupo. É realmente uma pena não ver pelo menos 75% comentando as threads aqui. Só meia dúzia participam das discussões.

O que que é? Começo a perceber as palavras do Shihan Ichikawa:

“Solicitei um rodízio entre os integrantes que compõem a equipe da banca examinadora em exames de graduação, apenas 2 se manifestaram, os demais declararam despreparados para ministrar uma palestra aos candidatos promovidos.”

Ninguém se dispõe a enviar um comentário por quê?

Quando tive a ideia de criar o grupo foi justamente para pudesse haver uma comunicação bidirecional e não como mero meio de propagação de informações já postadas em outros sites(não que isto não seja válido, pelo contrário, isto é muito valioso). Mas o fato é que se ninguém se manifesta, quem costuma postar novidades fica até desestimulado a continuar fazê-lo. =/

Vamos lá pess@ll, errar é de natureza humana mas é parte essencial no aprendizado.
Parabéns aos que conseguiram ler até o final. =)



Abraço a todos,




--
Você está recebendo esta mensagem porque se inscreveu no grupo "Associação Judô Queiroz" dos Grupos do Google.
Para postar neste grupo, envie um e-mail para associacao-...@googlegroups.com.
Para cancelar a inscrição nesse grupo, envie um e-mail para associacao-judo-q...@googlegroups.com.
Para obter mais opções, visite esse grupo em http://groups.google.com/group/associacao-judo-queiroz?hl=pt-BR.



--
Alcemir Rodrigues Santos
alcemir(dot)santos(at)gmail(dot)com
Fones:(86) 8821-0778 / (86) 3236-2869

Universidade Federal do Piauí - UFPI
Departamento de Informática e Estatística - DIE
Bacharelando em Ciência da Computação
Distribuidor Independente FLP Brasil
http://www.twitter.com/alcemirsantos
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
==================================

Alcemir R. Santos

unread,
Mar 2, 2010, 4:49:58 PM3/2/10
to associacao-...@googlegroups.com

ops... era pro Judô Piauí.... desculpas a todos.

Danys Queiroz

unread,
Mar 2, 2010, 4:56:35 PM3/2/10
to associacao-...@googlegroups.com
 
 
Caros Judocas!
 
Concordo plenamente com o Alcemir, devemos opinar dizer o que pensa, dá sua opinião é importante para que possamos promover mudanças.
Este grupo tem a função de discutir e de informar, não vamos deixar apenas circular a informação, o mais importante é a discussão.
 
POR FAVOR OPINEM. 
O curso de arbitragem atendeu as expectatrivas?
O que vc esperava?
Falem por favor, para que nós possamos preparar os próximos diante do que vcs desejam e precisam não simplemente do que nós pensamos ser o necessário.
 
 
Danys Queiroz


De: Alcemir R. Santos <alcemir...@gmail.com>
Para: associacao-...@googlegroups.com
Enviadas: Terça-feira, 2 de Março de 2010 18:48:54
Assunto: Re: O QUE É SER UM KODANSHA?


Veja quais são os assuntos do momento no Yahoo! + Buscados: Top 10 - Celebridades - Música - Esportes

Jose Fernandes

unread,
Mar 3, 2010, 6:24:05 AM3/3/10
to associacao-...@googlegroups.com, judo...@googlegroups.com, judo queiroz
Danys,

foi muito boa a iniciativa de a federação assumir a outorga das faixas roxa e acima, pois como você disse há necessidade de repadronização das técnicas.

Entretanto, acredito ser também muito necessário uma revisão das graduações anteriores, com uma reciclagem dos professores e uma padronização das técnicas, redefinição dos conhecimentos necessários em cada faixa e elaboração de uma apostila DA FEDERAÇÃO, padronizando tudo isto.

Também acho que a federação poderia fazer algum convênio com alguma universidade e propiciar aos professores uma melhor qualificação  em termos de didática e conhecimentos básicos de fisiologia, fisioterapia e primeiros socorros.

Abraços,

Fernandes

Danys Queiroz

unread,
Mar 3, 2010, 6:34:06 AM3/3/10
to associacao-...@googlegroups.com
Amigo Fernandes!
 
Esates que estamosrealizando é uma busca desta requalificação, espero que os professores vejam esta necessidade e os façam.
Quanto ao convênio com alguma universidade, tentei fazer um convenio com ums empresa de marketing e que faria uma parceria com a novafapi, mas estava cobrando 120,00 por pesoa e por curso, verifiquei que ficava um pouco foar de nossa realidade, mas estou conversando com a coordenação da novafapi, já que sou professor do curso,  e tentar viabilizar estes cursos de forma mais barata. Em breve darei respostas da negociação.
 
 
Atenciosamente,
 
DSanys Queiroz


De: Jose Fernandes <jfernan...@gmail.com>
Para: associacao-...@googlegroups.com; judo...@googlegroups.com; judo queiroz <judoq...@hotmail.com>
Enviadas: Quarta-feira, 3 de Março de 2010 8:24:05
Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages