0 views
Skip to first unread message

Irapuan Martinez

unread,
Jun 18, 2005, 2:47:05 PM6/18/05
to ar...@googlegroups.com
Desculpem por ter faltado com a fé.

Estava eu aqui desenvolvendo um layout. Ontem fiquei até as 3 da matina
ruminando a peça. A história de sempre: Você organiza os elementos da home
page coerentemente e confeita com CSS. É praticamente como montar um
quebra-cabeça: As peças se encaixam e fazem sentido estarem disposta como
estão.

Claro que isso acontece quando desconsideramos o Internet Explorer 6.
Firefox e Opera? Igualzinho a renderização em ambos. Mas o IE, na medida
que vai se elaborando o código, loucuras inexplicáveis começarm a aparecer.

Com as loucuras, começar aparecer os aberrativos hacks. Daí então é quase
como a perda da inocência, você suja seu código coerente para acolher a
porcaria do IE. O que é um browser sniffer pra quem já está usando hack, não é?

Largei o serviço e fui dormir. Passei o dia considerando que se eu tivesse
metido <table>, não teria problema de renderização. Web standards é uma
fantástica tecnologia, mas infelizmente o Internet Explorer a menospreza.

Sempre caímos nesta armadilha. Um layout precisa ser elaborado para agradar
o cliente. Para elaborar, temos que criar uma unidade visual entre os
elementos. Para criar esta unidade, elementos tem que ser posicionados nos
devidos lugares e se encaixar.

E este encaixe todo é possível usando web standards. Mas não unificadamente
por causa do câncer chamado Internet Explorer.

Retomei a pouco o job, procurando outra abordagem. Rearranjei a estrutura.
A coisa ficou mais simples e finalmente, consegui obter o mesmo resultado
estético no Internet Explorer quando no Firefox.

Era só questão de repensar a abordagem da estrutura do HTML e do CSS -
perdõem se faltei com a fé nos web standards e fiquei tentado a voltar ao
lado negro das <table>.

Tá certo que não ficou aquele apuro semântico - o documento abre com um
inócuo <div>&nbsp</div> - o equivalente textual do "spacer.gif", mas fazer
o quê, culpa do IE que me levou a adotar este elemento desta maneira.
Felizmente ela não causa o mesmo estrago que o spacer.gif.

E dentro de alguns anos, se o IE 7 sair essa belezura toda que o seu blog
anda prometendo, a web ficará algo mais prazerosa. CSS 3 tem coisas
maravilhosas que tornará cada vez ainda mais coerente o HTML, dispensando
ter que recorrer a elementos extras apenas para criar um lugar aonde
aplicar uma propriedade estética.

Quando alguém disser que o web design não tem futuro, tem sim. Talvez não
os web designers, mas web design, tem todo um universo a ser explorado.

Newton Wagner

unread,
Jun 18, 2005, 6:53:30 PM6/18/05
to ar...@googlegroups.com
POis é, CSS 3. Mas aí os problemas serão os mesmos. Quantos
navegadores vão interpretá-lo da maneira correta? Vamos ter q usar
esses hacks e etc por um bom tempo ainda, infelizmente!


Newton

Joildo Santos

unread,
Jun 18, 2005, 7:37:26 PM6/18/05
to ar...@googlegroups.com
Olha se pelo menos a maioria dos navegadores(incluindo IE) interpretassem o CSS 2 da mesma maneira para mim já estava de bom tamanho. CSS 3 vem para ajudar e quando os navegadores começarem a suportar ele de forma satisfstória será mais um salto em qualidade. Isso sem falar do XHTML 2.

Em 18/06/05, Newton Wagner <newt...@gmail.com> escreveu:



--
'Não importa como as coisas realmente são, mas, sim como elas são vistas'

Joildo Santos

Email: joi...@gmail.com
Blog: http://joildo.designermx.com

Irapuan Martinez

unread,
Jun 19, 2005, 8:12:45 PM6/19/05
to ar...@googlegroups.com
Estou um pouco mais otimista. Os fabricantes de browsers estão se tocando
que é deles também a responsabilidade de assumir os web standards (se virar
item de competição, tanto melhor - vide a corrida para o SVG, tanto
desktops quanto móveis). Se o IE, notoriamente uma operação defasada, está
voltando atrás e buscando web standards de forma mais eficiente, há um
bonito panorama se formando.

Hacks sempre tiveram seus dias contados. O seu mais famoso, o Tantek Box
Model Hack só tem sentido se você visar o IE 5.x. IE 6, com um doctype
apontado para XHTML, dispensa o seu uso.

Hacks são aberrações necessárias. A tendência é que os browsers corrijam
seus problemas que os exige.

Irapuan Martinez

unread,
Jun 19, 2005, 8:19:36 PM6/19/05
to ar...@googlegroups.com
At 20:37 18/6/2005, Joildo Santos wrote:
>Olha se pelo menos a maioria dos navegadores(incluindo IE) interpretassem
>o CSS 2 da mesma maneira para mim já estava de bom tamanho.

O IE 6, por exemplo, vacila no margin-bottom. Isto é CSS 1! Aplicar
elementos em float é pedir para coisas malucas acontecerem. Ontem, por
exemplo, estava bugando um border! CSS 1 novamente.

O IE 6 poderia estacionar no CSS 1, sem problemas. Mas pelamor de Nossa
Senhora da Boa Conexão, o fizessem sem essas maluquices em função de
combinar propriedades. Isto é praticamente impossível de documentar e suas
soluções, não raro, é procurar outros caminhos.

Se o IE 6 vier com CSS 2 ou 3, só adiantará algo se estas maluquices não
acontecerem.


>CSS 3 vem para ajudar e quando os navegadores começarem a suportar ele de
>forma satisfstória será mais um salto em qualidade. Isso sem falar do XHTML 2.

XHTML 2 e CSS 3... Isso vai ser o bicho. XHTML será XML como o HTML nunca
foi. CSS 3 simplesmente dispensa qualquer modificação na estrutura do XHTML
para aplicar propriedades. Quer que um elemento acumule três imagens de
background ao mesmo tempo? Com sua especificação será possível. Não
precisará de três DIVs aninhados.

Imagina o que derá para ser feito com XHTML 2 e CSS 3 no quesito de user
scripts? Os web designers estarão fritos ;)

Joildo Santos

unread,
Jun 19, 2005, 8:53:32 PM6/19/05
to ar...@googlegroups.com
O que prejudica o trabalho do web designer é exatamente o comportamento que esse navegador tem, uma especificação que no ano que vem faz 10 anos, e ainda é interpretada desta maneira. Precisamos fazer um site que rode bem nos navegadores que respeitam os padrões e depois remendar todo o CSS com hacks por causa de um único browser. (haja paciência, é olha que é necessária)

Também espero que o que vem sendo declarado pelos desenvolvedores do IE 7, falta a muito tempo complacência com os padrões, espero que dessa vez não venha nenhuma "surpresa" proprietária embutida.

Em 19/06/05, Irapuan Martinez <i...@hypergraph.com.br > escreveu:

Adonai.Net

unread,
Jun 19, 2005, 8:58:14 PM6/19/05
to ar...@googlegroups.com
pra mim que estou começando praticamente agora é uma M...

Irapuan Martinez

unread,
Jun 19, 2005, 9:53:03 PM6/19/05
to ar...@googlegroups.com
At 21:53 19/6/2005, Joildo Santos wrote:
>Também espero que o que vem sendo declarado pelos desenvolvedores do IE 7,
>falta a muito tempo complacência com os padrões, espero que dessa vez não
>venha nenhuma "surpresa" proprietária embutida.

Ih, pode contar com estas "surpresas". A Microsoft não pode se dar o luxo
que o Mozilla, o Opera e Apple tiveram, em reescrever seus navegadores. IE
não pode ser reescrito, sob o risco de boa parte de aplicações - veja bem,
não apenas sites, mas uma montanha de aplicativos que usam o MS HTML
Viewer, instalado em bibliotecas elementares do Windows - parem de funcionar.

O IE 7 deve abraçar tudo que o IE já suporte e ainda mais web standards.
Não é impossível, doctype tem grande importância nesta possibilidade.

Mas ser mais ligeiro quanto o KMOS é... Diria improvável. A segurança
aclamada como alicerce do IE 7, outra coisa improvável. Afinal, o motor
ActiveX ainda estará presente. E continuará rodando no Windows.

ruf fellipe

unread,
Jun 20, 2005, 8:27:11 AM6/20/05
to ar...@googlegroups.com
E ae pessoal,

Ih, pode contar com estas "surpresas". A Microsoft não pode se dar o luxo
que o Mozilla, o Opera e Apple tiveram, em reescrever seus navegadores. IE
não pode ser reescrito, sob o risco de boa parte de aplicações - veja bem,
não apenas sites, mas uma montanha de aplicativos que usam o MS HTML
Viewer, instalado em bibliotecas elementares do Windows - parem de funcionar.

Creio que eles deveriam modularizar este suporte aos MS HTMLs e focar
na criação de um browser totalmente independente, no estilo Gecko de
fazer a coisa. Com o tempo, esses velhos formatos de arquivo iriam
desaparecendo e tornando-se menos importantes. Infelizmente, isso fica
para o futuro (se ficar).

Fico feliz pelo IE7, e assumo que estou ancioso pela sua estréia.
Percebi nesse meio tempo que luta pelos padrões não tem
necessariamente a ver com software livre, e sim com democracia. Quem
quer pagar por um soft, que pague - quem quer ter a mesma qualidade
(senão superior, rs) de forma gratuita, que pegue. O lance de tudo
isso é puramente Acessibilidade, ou vocês acham que a microsoft iria
ser parte dessa joint venture (w3c) de boba?

No entanto, gerar alarde por uma coisa que deveria ter acontecido
naturalmente há alguns anos é um tanto quanto desnecessário, deixe
rolar e espere pra ver.

Abs
--
Fellipe Cicconi
http://ruf.rockgrafia.com
Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages