73% das empresas pesquisadas no BR dizem ser orientadas a dados, mas só 28% sabem o que fazer com isso.

2 views
Skip to first unread message

Joel Souza

unread,
Aug 31, 2021, 11:20:42 AMAug 31
to arqhp
Pesquisa divulgada pela Dell esta semana mostra que as empresas não sabem o que fazer com a quantidade de dados que coletam - 73% das empresas pesquisadas no Brasil dizem ser orientadas a dados, mas só 28% sabem o que fazer com isso.

#

então...
--
Joel Souza

Vinicius Vollrath

unread,
Aug 31, 2021, 11:29:40 AMAug 31
to ar...@googlegroups.com
Tá parecido com outros mercados...
Seguiria por aqui...

"only 32% of companies reported realizing tangible and measurable value from data"

"Data-driven decision-making can fail to meet expectations. Decision-driven data analytics may fare better."

Irapuan Martinez

unread,
Sep 2, 2021, 5:30:20 PMSep 2
to Lista ArqHp
Fato é: Ainda não existe algo como "inteligência artificial". 

O que temos é que a Lei de Moore chegou num ponto que permite mastigar enorme quantidades de dados ("big data"), com custos razoáveis e detectar padrões. Ponto. Esta é a definição teórica. Na prática, você quase precisa de inteligência artificial só para limpar o big data de forma que a inteligência artificial atue.

Na prática, além do problema de limpar dados, a coisa só funciona em muitos dados. Estatística (que anda de mãos dadas com tudo acima) é uma coisa que funciona com universos. Em elementos individuais, a Estatística prova que em média, o ser humano tem um seio e um testísculo.

Toca para catar uma avalanche de dados pra embarcar na onda de AI. Se limpa, os dados ficam menores e inúteis; crus, a AI vai fazer como a Netflix me fez hoje: Me mandou um email dizendo que eu poderia gostar de um novo show: Um desenho animado de um grupo de superespiões… QUEER.

E todo mundo sabe que eu não curto esta temática. Por exemplo, nunca assisti James Bond.

Irapuan Martinez

unread,
Sep 2, 2021, 5:37:37 PMSep 2
to Lista ArqHp
On Tue, Aug 31, 2021 at 12:29 PM Vinicius Vollrath <vini...@terradigital.com.br> wrote:
"Data-driven decision-making can fail to meet expectations. Decision-driven data analytics may fare better."

Costumo dizer que a parte mais chata de ser adulto é ter que tomar decisões sem ter todas as informações. Não dá pra adiar, precisa decidir e claaaro que depois da decisão tomada, surge novas evidências e você dá umas cabeçadas na parede.

Mas fato é, até aqui, a humanidade tomou decisões sem big data/design pattern/machine learning/HAL 9000. Vamos nos sair melhor com o HAL?

Computadores correm mais que humanos, deste que a estrada seja uma especificamente feita para computadores correrem mais que humanos. Mesmo um bolsonarista saberia andar num terreno acidentado melhor que os robôs da Boston Dynamic. É o que tem acontecido até agora. Claro que o cenário não vai permanecer o mesmo e em breve, os robôs superarão os bolsonaristas (ou aprenderão com eles e então, rise of machines — o que duvido que seja um cenário pior do que ter que esperar até 2023).

Computadores não intuem. Isto é uma vantagem aos seres humanos. Não que intuição seja toda essa Coca-cola. Mas se acerta em 20% em cenários de deficiência de dados, já acerta mais que um computador que com deficiência de dados, não faz nada.
Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages