Reflexão 17/12/2013 (Luz na Escuridão)

52 views
Skip to first unread message

Amigos de Deus

unread,
Dec 17, 2013, 10:24:36 AM12/17/13
to
"Abre tu os meus olhos, para que veja as maravilhas da tua lei" Salmos 119.18
"Eu me regozijo na promessa como alguém que encontra grandes despojos" Salmos 119.162.


Finalmente a eletricidade havia chegado àquela pequena vila em cima da montanha.

Quando o trabalho acabou, o inspetor da companhia elétrica visitou casa por casa para se assegurar de que tudo estava em ordem.

Em uma delas, ele perguntou à moradora se ela estava satisfeita.

Ah, muito agora quando anoitece já consigo enxergar melhor para poder acender meu lampião”.

Isso pode parecer engraçado, mas quando pensamos que milhões de pessoas tateiam nas trevas morais deste mundo tendo à disposição a Bíblia em suas casas, já não é tão engraçado assim!

Muitos passam a vida inteira sem nem sequer abri-la.

Vivem na escuridão e não sabem que esse livro revela Aquele que é “a luz do mundo”, que “ilumina a todo o homem que vem ao mundo” João 8.12; 1.9.

Alguns ocasionalmente leem uma página ou outra, geralmente os salmos, em ocasiões de enorme aflição.

Mas isso não é suficiente!

É o mesmo que preferir a luz de lampião.

Durante a história humana, houve incontáveis períodos em que possuir uma Bíblia era proibido.

Às vezes os cristãos enfrentavam jornadas de dezenas de quilômetros, sob risco de perder a vida, para poderem ter acesso a leitura das raras cópias existentes.

A Palavra de Deus não era somente a lâmpada e luz para o caminho (Salmo 119:105); era a fonte do “gozo e alegria do coração” deles (Jeremias 15:16).

Façamos uso sábio de nossa Bíblia: a mensagem que ela contém é para ser vivida, pois “a entrada das tuas palavras dá luz” (Salmo 119:130).

Colaboração de Um Amigo de Deus J. C. Madeira
Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages