A Ordem Absoluta no mundo metafisico, por Romano Amodeo

2 views
Skip to first unread message

amoram

unread,
Aug 18, 2008, 2:18:08 AM8/18/08
to AfilosofiaMOR
O mesmo ciclo 10 é a Ordem Absoluta
que há também para construir um mundo bem ordenado de valores divinos
e transcendentes esta realidade imanente das coisas concretas.

Havendo este 10 como um poderoso instrumento para compreender, a vida
se conforma sobre estes 10 unidades e, mediante conceitos mentais,
fixa a idéia "espaço" quanto o 10^1 e a idéia "tempo" quanto o 10^-1.
Também o "espaço" da potência 1 de Deus, é 10^1, como o Deus UM na
pessoa ideal do PAI, no entanto que o "tempo" da potência -1, de Deus,
é o 10^-1, é o dizimo da pessoa ideal do DEUS FILHO.
Este "tempo dizimo" é o famoso DIZIMO que na Bíblia o DEUS PAI (= D.
10, quase igual a DIO, o italiano significado de Deus como Dimensões
10) quis para se mesmo... Assim até mediante o DIZIMO (que a Lei Judia
ordenava como a parte por Deus) o DEUS PAI "EU SOU", Jahve, mostrou
quem Ele era nos seus "números", ou seja nas suas "credenciais" e
"potências" de valor...!
Deus PAI revelou a Moisés de ser realmente - na sua Lei - como as
mesmas fundamentais ORDENS do DECÁLOGO: Decretos 10. No primeiro dos
quais mandamentos, porém, Ele afirmou que - se for acaso a LEI fora
toda decretada por 10 ORDENS sozinhas - sempre UM e único era a ORDEM
SUPREMA de Deus, na sua essência única: que eles não procurassem uma
outra divindade como a sua! Estas 10 ordens sozinhas por Deus UM,
dados aos filhos, foram 10 pois DEUS, formalmente apresentado no PAI
10, e no Filho havendo 1/10 como seu valor, precisava dos 10
mandamentos, um cada 1/10.


Deus Pai como 10 e Deus Filho como 1/10... e o Espírito santo?

Neste assuntos, apresentados por números de potência, o Espírito santo
é a DIVINA VERDADE.
É aquela irresistível e suprema "força" que fica todos absolutamente
admirados ao ver como, não obstante as duas apresentadas distintas
Pessoas de Deus - o Pai e o Filho -, todavia esta dubla e simultânea
apresentação... apresenta uma só divindade.
Pois que o Pai é na quantidade unitária 10 do ciclo espacial, e no
mesmo tempo o Filho é na quantidade unitária 1/10 da presencia
temporal, a força absoluta da inter-relação, entre 10 e 1/10, a qual
pode absolutamente ficar 1 (as 2 absolutas entidades) é a
multiplicação entre o numero 10 e o numero 1/10. Assim a pessoa do
Espírito santo é o legam absoluto e especial entre os absolutos Deus
Pai e Deus Filho. Somente este absoluto ligamento autoriza UM, a ser
simultaneamente os dois opostos 10/1 e 1/10, ou seja 10^+1 e 10^-1.
Vice-versa, quando consideramos absolutamente iguais as comuns bases
do PAI 10^+1 e do FILHO 10^-1 (porque ambos têm a mesma base 10 da
potência, e diferentes só os expoentes +1 e -1, para apresentar
somente as 2 diferentes direções, em linha de geração, existentes
entre o Pai e o Filho), então o Espírito santo vale como o signo de
fração, de divisão, que vemos no 10/10, e também isso tem a absoluta
potência duma absoluta e verdadeira ORDEM EXECUTIVA.
Assim também o Espírito santo é absoluto, porque é seja a absoluta
multiplicação, seja a absoluta divisão possível entre Pai e Filho, a
segunda que, no Pai e no Filho, seja apresentado o valor potencial da
pura potência ou seja apresentada a comum e igual base 10.


Números! Mas... essencialmente, em "essência", Deus "o que" é na sua
"natureza"?

Respondo usando o adjetivo PODEROSO, que vós mesmos empregais para
apresentar Deus, quando o chamais "TODO PODEROSO".
A ONIPOTÊNCIA é a fundamental característica essencial dum Deus que
não tem simplesmente o PODER, mas TODO o poder, ou seja também o poder
de não apresentar poder. De fato esta palavra "TODO" apresenta um
PODER assim GRANDE que pode ser, simultaneamente, seja TODO seja NADA,
que é o contrario de TODO.
Como?
Vocês ficaram muito admirados, ouvindo que DEUS tem o poder... de
contradizer-se... sem contradizer-se?
Há assim! Deus tem o PODER ABSOLUTO, de ser apresentado também por um
valor ZERO que não seja inteiramente 0.
Este 0 de presencia, de fato, tem a possibilidade duma presencia
somente "POTENCIAL", que existe somente "EM POTÊNCIA DE EXISTIR".

E se pensarem que não existe realmente essa possibilidade, olhem a
energia contida num bateria, numa pilha, chamada também "gerador".
A ENERGIA, presente no GERADOR, existe só como uma "pura possibilidade
e capacidade de entrar em ação", quando essa se descarga realmente no
tempo e gera Potência, ou seja labor em ato de presencia no tempo.

Assim análoga é a essência, e a natureza de Deus: é a Energia da
Potência. Essa é, em absoluto, como uma ENERGIA "TODA E ABSOLUTAMENTE
PURA", que, ao momento, se apresenta como um "NADA em ação no tempo
presente e TODO contido EM PURA POTÊNCIA DE SER no tempo futuro". Esta
ENERGIA tem a capacidade de "entrar em ato" e apresentar-se, depois,
como O TODO duma UNIDADE INTEIRA QUE CONTEM TODO.
Esta ONIPOTÊNCIA, neste modo, pode ser representada por números. Os
NÚMEROS, de fato, têm a capacidade de contar TUDO, também os valores
essenciais de DEUS TODO PODEROSO.

Assim, quando na Natureza, se apresenta uma real POTÊNCIA, ou seja uma
real ENERGIA multiplicada por um TEMPO REAL, esta dimensão, de um
LABOR FEITO, pode ser representado realmente mediante a forma de uma
POTÊNCIA MATEMÁTICA. A potência 10^1 representa perfeitamente a
energia de um ciclo inteiro realmente realizado, por uma massa, no
tempo unitário 1 igual ao ciclo. Esta POTÊNCIA MATEMÁTICA representa
perfeitamente a multiplicação entre a ENERGIA e o TEMPO UNITÁRIO de 1
ciclo igual ao 10 exprimido da base.

Compreendeis isto? Se não, meditai gente, meditai e compreenderão. Não
continuem a ler sem a compreensão deste ponto, de absoluta
importância...
Eu digo que Deus é a mesma "potência" de cada potência, de qualquer
outra potência que possamos ver, presente em ato, na Natureza, também
quando é uma potência que se apresenta como negativa, como aquela do
10^-1 do Filho de Deus. Pois que na matemática as potências são
precisas com máxima clareza e perfeicão, é a potência matemática a
representar, no modo ideal, também a potência divina.
Assim, Já dito - Deus é a mesma potência de cada potência, Deus
edifica seja o mundo real, seja aquele imaginário, mediante as
potências do 10. E a prova é que exatamente 10^10 unidades de espaço
atômico formam a unidade nossa, do mundo superior, sendo 10^10 Å
(=Angström) = 1 m.

O método geral deste Deus PAI 10, de formar a infinita unidade
temporal, dum mundo sem limite algum no tempo dizimo, é aquele que usa
a divisão 10 : 9/1 = 1,1111... Este resultado real apresenta em ato
(mediante a dita divisão), o infinito tempo do ETERNO DIZIMO da
unidade pregressa.
Este Universo relativo tem o FUTURO nesta divisão sempre mais
efetuada, e tem o seu PASSADO na multiplicação por 9/1 do resultado
1,1111... da divisão 10:9.
Sendo estes TEMPOS, PASSADOS E FUTUROS, uma conta que depende só da
essa conta, e não COISAS REALMENTE EXISTENTES EM SI MESMAS, nós
podemos imaginar muito bem que o homem vem do macaco... e o vemos
realmente se observamos o real PASSADO que apresenta-se realmente a
nós... mas é uma realidade toda quanta ilusória, porque TODA ESSA se
apoia toda e somente sobre uma pura conta: ou 10:9=1,1111... ou
1,1111... x 9 =9,9999... feita por homens.

Acontece realmente e verdadeiramente que quando o ABSOLUTO 10 (que é
todo um ciclo, sem alguma referência a outro além a totalidade do
ciclo mesmo) se divide por 9/1, se conforma ao seu representar-se
unitário, no qual UMA UNIDADE, das 10, se apresentou como o tempo
unitário da presencia das outras 9. Este 9/1 é a forma UNITÁRIA do 10
TOTAL e ABSOLUTO (porque não comparado a nenhum outro que seja
relativo a isso). Assim a divisão do 10 dividido por 9/1, conforma o
ABSOLUTO à sua forma unitária, e o resultado apresenta a INFINITA
CAPACIDADE MATEMÁTICA de ter, nessa, um resultado INFINITO, porque
mostra uma conta SEM MAIS POSSÍVEL FIM. Assim realmente nasce o tempo
infinito: mediante 1/10 ETERNO, de cada 1 (sempre dizimo)
antecedente.

Para buscar uma confirma real acerca quanto acontece, pela introdução,
cada ciclo, de 1/10 do ciclo, podemos ver os desenhos feitos mediante
os dízimos. Cada ciclo unitário, é introduzido, em cada lugar, 1/10
desenhado a caso. Pois bem. Todos ficaram admirados olhando um desenho
que nasce e cresce de si mesmo e assume continuamente uma infinita
riqueza de formas e tintas, como se um real espectador avançasse e
conhecesse quanto acontece e passa a ser visível, indo em
profundidade, no tempo do seu avançar-se.
Por estes números, chamados "FATORIAIS", tendes um real exemplo do
nosso mesmo e aparente avançar no tempo.
Isso acontece pela FORÇA ABSOLUTA do ciclo 10, que comporta-se como
fosse UM DEUS, ou, também, o DEUS UNO, porque é a força do UNO que faz
existir aparentemente o 10 em dízimos "eternos e sem mais um possível
fim", sendo vista realmente a divisão contida na razão 10/9 que
realiza o eterno "período" do numero 1.

Já que esta matemática está assim na base profunda das coisas, que
pode somente ser imaginada, essa TRANSCENDE as coisas, os
acontecimentos reais, ali onde é chamado "DIVINO" exatamente quanto
"TRANSCENDE E COMPREENDE" - no mesmo tempo - TODO QUANTO.
Assim a VERDADE MAIS PROFUNDA é conforme a uma HIPÓTESE TRANSCENDENTAL
E DIVINA: que este mundo seja feito da Deus mediante a perfeição
numérica da matemática e da geometria, um DEUS que apresenta-se como
CADA POSSIBILIDADE que existe, junta - também - a cada
IMPOSSIBILIDADE.

Romano Amodeo
Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages