O verdadeiro LIVRE ARBITRIO, por Romano Amodeo

0 views
Skip to first unread message

amoram

unread,
Aug 18, 2008, 2:09:30 AM8/18/08
to AfilosofiaMOR
Mas não temos o LIVRE ARBÍTRIO?

Escutai. No meu "caso" (um só de todos os possíveis), o meu EU, bem
diferenciado na seqüência vertical da coluna que a PROVIDENCIA DE DEUS
deu-me, olha - minuto pois minuto - cada efeito do mundo entrar de
novo na sua causa, e o mundo FEITO... a pouco a pouco assim
desaparecer...
Um velho vê realmente a sua vida a pouco a pouco desaparecer, até
quando parece ser jovem e depois uma criança.
Ele não crê que todo é melhor quando tudo entra de novo nas divinas
possibilidades, do Sistema de todas as possibilidades, de fazer ser
"TODO E EM MODO IDEAL".
O Adão (que está também em todos nós seus filhos) reageu a esta
SUBLIME ação, do SISTEMA NA SUA INTEIREZA, e pensou em afirmar a sua
vida não fazendo desaparecer a vida, mas aparecer-la, pelas causas que
causem os seus efeitos.
Este foi o pecado original de Adão. Ele creu, pelo LIVRE ARBÍTRIO de
poder crer como ele queria, que o mundo tivesse de ser melhor, se
fosse sempre mais diferenciado do que não reduzido... a UM... e assim
adotou a linha evolutiva de Satanás, o Rei da separação.

Adão não pegou - neste modo - a liberdade de modificar a linha
evolutiva da sua não mutável coluna vertical, mas foi deixado livre de
pensar a seu modo , de ser mais ou menos de acordo com os
acontecimentos vistos acontecer.
Mas jamais estes acontecimentos - por sorte sua - dependeriam do seu
querer...
Quantas vezes, também nós, vemos colocar em pratica as coisas que não
quereríamos fazer?
Isto acontece "porque a carne é fraca" (disse São Paulo), mas é
essencialmente fraca não porque nos força a FAZER como a nossa alma
não queria, mas porque a dinâmica material não pode acontecer em
nenhum outro modo a não ser aquele único da já decidida evolução em
vertical apresentada da sua coluna das reais ORDENS ABSOLUTAS.
Na direção em profundidade somos livres de consentir ou dissentir.

Assim o verdadeiro LIVRE ARBÍTRIO está colocado na liberdade da nossa
mente de edificar os valores ideais da nossa pessoa, salvando a nossa
alma. Jesus apresentou: "Se Você conquistar todo o mundo, mas perder a
sua alma, o que terá feito de bom?", fazendo compreender claro que a
verdadeira liberdade, na linha do bem pessoal, está no salvar a
própria alma, ou seja não comprometer a bondade do próprio mundo
interior. Isto e o verdadeiro e único livre arbitro: fazer nos mesmos
justo assim como queremos. Não temos a liberdade de fazer o mundo! O
fazer não existe! É somente o efeito cinematico da visão em seqüência,
da seqüência vertical da coluna dos dados que ORDENA (e infinitamente
bem) toda a nossa aparência de vida. Aquele que existe é o SER de toda
a coluna, uma de todas as colunas do SISTEMA ONIPOTENTE.

Romano Amodeo
Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages