Gurudeva's diary 01.04.2012

0 views
Skip to first unread message

Srivas Thakur Das

unread,
Apr 1, 2012, 1:25:05 PM4/1/12
to ParamGa...@googlegroups.com

http://translate.google.com/

Não existe nenhum voto comparado ao cantar do Santo Nome, nenhum  conhecimento superior a este cantar, nenhuma meditação que venha de alguma  parte que se aproxime deste cantar, e ele dá o mais elevado resultado.  Nenhuma penitência se iguala a este cantar, e nada é tão potente ou poderoso  como o Santo Nome. (Adi Purana)

Queridos devotos,

Por favor aceitem minhas bençãos.

Todas as glórias a Srila Prabhupada.

Hoje,  domingo, 1 de abril de 2012 é o mais auspicioso dia de Sri Ram Navami aqui na Índia. Aproveitando esta data mais sagrada, eu gostaria de falar um pouco sobre minha visita à Nasik, no Maharashtra.

Nasik ocupa um lugar muito especial nos passatempos de Sri Ramacandra. Sri Sri Sita-Ram e Sri Laksman ficaram 12 meses lá. A palavra Nasik significa Nariz. Curioso, pois em Francês é Nez e em Inglês, Nose.

A cidade é situada onde, anteriormente existia a belíssima floresta de Dandakaranya.

A visita à Nasik aconteceu sem esperar. Maharani Vrinda Devi d.d. veio à India (ainda está  em Vrindavana....) e queria muito me visitar. Os planos foram feitos para que ela viesse até Pandharpur, mas justamente naquele período os devotos de Pandharpur estavam recebendo 200 peregrinos e o Guest House estava lotado, assim como os Asramas. Então decidimos nos encontrar em Nasik, que fica à 5 horas de viagem de Bombaim.

Eu fui com Sri Hanuman e Mahararani Vrinda Devi foi de carro de Mumbai para lá.

Foi num domingo, Ekadasi. A Iskcon tem um belo Templo em Nasik, inaugurado no ano passado, com as formosas Deidades de Sri Sri Radha-Madana Gopal e Sri Sri Gour-Nitai no altar.

A festa de domingo foi um acontecimenbto à parte: foi uma dos melhores festivais que eu participei. O templo lotado com mais de 400 convidados, muito entusiasmo, kirtan, etc. Apesar de eu estar fazendo jejum e ter viajado o dia inteiro, Sri Krsna deu-me forças para participar de toda a programação.

Enfim, o Ramayana revela que os sábios não podiam mais executar Yajñas por causa dos milhares de Raksasas que habitavam Dandakaranya e, por um arranjo dos semideus liderados  pelo Senhor Indra, os sábios pediram a Sri Ramacandra que permanecesse um período nesta floresta. E assim foi.

E Shurpanakha apareceu em cena, desejando ter Sri Ram como esposo. Sri Ram disse: “eu já sou casado, mas meu irmão mais jovem, Laksman, é solteiro”. Ela tentou convencer Laksman que recusou e Shurpanakha, com inveja da beleza de Sita Devi, queria mata-la, ao que Sri Ram pediu que Laksman cortasse o nariz dela. O resto da história nós conhecemos: Sri Ram matou milhares de Raksasas que tentaram vingar o ocorrido com Shurpanakha.

Ravana, ficando furioso,  “raptou” Sita Devi, que na verdade nunca foi tocada por Ravana. Ela é Maha-Laksmi e ninguém pode toca-La. Ele raptou Maya-Sita, a Sita ilusória.

Mais detalhes desta lila podem ser lidos no Srimad-Bhagavatam nono Canto ou no Ramayana....

Nós visitamos alguns Templos e lugares sagrados na região e eu esperava encontrar em Nasik alguma  floresta remanescente da Dandakaranya original, mas, desapontamento, a região é bem árida... Kali-Yuga.

Muitos peregrinos vem à este lugar, pois além de visitar os diferentes lugares de Ram-Lila, também existe em Nasik um famosíssimo e ancião Templo de Mahadev, o Senhor Siva.

Sri Krsna Caitanya Mahaprabhu, durante Suas viagens pelo Sul da Índia, visitou Nasik. Srila Prabhupada visitou Nasik duas vezes. Nasik é banhada pelo rio Godavari, que corta a Índia no sentido oeste-leste, (Bombaim-Madras), diferentemente do Ganges e o Yamuna que nascem nos Himalayas. O Godavari deságua no oceano na altura de Madras(Chenai), onde Sri Krsna Caitanya Mahaprabhu se encontrou com Srila Ramananda Roy.

Tem muita mais informação sobre Nasik mas para não estender mais, vamos parar por aqui.

Neste auspicioso dia do aparecimento de Sri Ramacandra, oremos pela proteção e misericórdia de Sri Sri Sita-Ram-Laksman e Hanumanji.

Sri Sri Ram Navami ki jay!!!! Sri Sri Sita-Ram-Laksman-Hanuman ji jay!!!!!!!!!!!

 “Causos” da Índia

No pedágio:

Este foi contado por Maharani Vrinda Devi d.d.: existem muitos pedágios na Índia que não tem aquela cancela que somente se levanta para liberar o carro quando a pessoa paga. Isto é feito automaticamente e não manualmente.

Maharani Vrinda Devi  saiu de Bombaim em direção à Nasik e quase caiu pra trás de tanto rir quando viu que o carro na frente dela passou sem pagar. Dois Indianos cuidavam de verificar o recibo, pois não tinha cancela. Oras, o carro passou à todo vapor e os dois pularam pelos lados e os Indianos que estavam na cabine, e outros que trabalhavam lá, sairam todos gritando e correndo atrás do carro. Lógico que o carro nao parou... mas parecia aqueles filmes  de Charles Chaplin, super engraçado!!!!!

A Maharani chorava de tanto rir....

A renovação da minha estadia na Índia:

Eu estou numa região, como vocês sabem, longe dos grandes centros e sendo assim, eu sou o único estrangeiro na cidade. Conseguí no ano passado, em Lisboa, um visto categoria estudante. Isto significa que eu posso renova-lo até mais quatro vezes mais sem ter que sair da Índia. Bem, isto é na teoria....

Com a ajuda de um membro que é muito importante na cidade e que conhece as autoridades máximas da Polícia, iniciei (tentei iniciar) o processo de renovação do visto, ou extensão de minha permanência. Tudo bem. Mais tarde, no mesmo dia, ele volta com o responsavel por este departamento dizendo que ele queria falar comigo. Fiquei contente, pois pensei que tudo iria ser resolvido ràpidamente.

Qual não foi minha surpresa quando o responsavel pediu-me  detalhes do procedimento, pois ele nunca tinha tratado deste assunto, pois na cidade eu sou o único caso.....Ele então me pediu uma cópia de alguma carta oficial da Iskcon Mayapur ou Vrindavana dirigida ao departamento de estrangeiros para ele ver como se faz. Entrei em contato com Raghunath das Goswami das em Mayapur pedindo ajuda para ele conseguir um modelo. Vamos ver com vai terminar esta novela. A Saga continua, aguardem......

São Cristóvão na Índia?

O super agente secreto Karrapato108, coitado, um dia surtou aqui, indignado com o caos do trânsito. Um calor de arrebentar mamona, como se diz no Sul de Minas. Para quem não entendeu, quando o sol está muito quente, as mamonas começam a secar e se abrem, deixando à mostra as sementes, e naquele silêncio da roça, ouve-se o barulho das mamonas estourando. Neste momento, os Sul-Mineiros dizem: “nó, como tá quente!!!! O sol tá de arrebentar mamona”....

Bem, de volta ao indignado super agente secreto Karrapato108. Ele diz: “olha só, não é possivel. Além deste calor insuportavel, poluição e buzinas, não tem absolutamente nenhuma regra! Ele fazem o que querem, cada um por si”.... “e Krsna prá todos”, eu completei. “Krsna? Eu acho que até Krsna já não agüenta mais”, disse ele.

“Eu acho que vou entrar em contato com São Cristóvão, o padroeiro dos motoristas, pedindo para ele vir prá cá ajudar um pouco”, disse ele.

“São Cristóvão?, pensei eu... ele realmente surtou com o calor, não é possivel”.

“Uai, aqui eles adoram um monte de Devas, mas parece que não tem um Deva que cuida dos motoristas”....

Eu disse: “cuidado com as ofensas...”

“Ofensas? disse ele... gente, eles não tem o mínimo de educação no trânsito. Bem, São Cristóvão certamente está desempregado, pois o trânsito no Ocidente é super organizado, sem buzinas, confusão, etc. Ele trabalhou muito no passado, mas agora deve estar entediado por lá. Aqui ele vai ter muito o que fazer”, completou ele.

“Vem cá, ocê sabe porque ele é o santo dos motoristas?” Perguntou ele.

“Não faço a mínima idéia”, respondí.

“Eu estive pensando sèriamente neste assunto, disse ele, e eu acho que ele foi motorista de biga em Roma. Mas deve ter sido um excelente condutor de bigas, pois em Roma tinha biga em toda parte. E deve ter sido tão bom que foi elevado à categoria de santo.”

“Pára, ofensivo”, eu disse....

“Mas pensando bem, não seria uma má idéia chamá-lo para vir prá Índia, eu disse. Os Indianos são muito religiosos, fervorosos... Logo, logo, eles iriam construir templos magníficos para São Cristóvão, e merecidamente, pois eu acho que ele nunca trabalhou tanto como vai ter que trabalhar aqui”, eu completei.... E tudo isto com o apoio do Governo, pois vendo a drástica mudança positiva no trânsito, o Governo iria dar verbas para a construção de Templos dedicados à São Cristóvão, pedindo a população para ir reverencia-lo...

Nestas alturas o super agente secreto Karrapato108 já estava pulando de êxtase, imaginando locais de peregrinação para São Cristóvão e a população Indiana, devido a devoção à ele, reorganizando todo o trânsito, renovando a frota de carros, caminhões e ônibus, obedecendo as regras para assim atrair as bençãos de São Cristóvão e parando, enfim, de buzinar, pois são Cristóvão é muito sensivel ao barulho...

Mais uma brilhante idéia do super agente secreto Karrapato108, que, bem aproveitada, pode ajudar bastante o mundo....

Bem, vamos ver o que ele vai aprontar no futuro.

Mais causos da Índia na próxima reportagem. Hari Bol!!!!!

 

Reply all
Reply to author
Forward
0 new messages